Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

XXII CIENTEC começa nesta quarta-feira e propõe reflexão sobre a vida

A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) apresenta a partir das 9h desta quarta-feira, 19 de outubro até a sexta-feira, 21, na Praça Cívica do campus a XXII Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura (CIENTEC) com o tema Nós no Planeta levando ao público apresentações científicas e culturais. O tema Nós no Planeta,  escolhido em votação pela comunidade acadêmica,  propõe uma reflexão sobre a vida no mundo atual e a responsabilidade de cada um sobre as condições de vida digna e  necessidade de salvaguardar estas condições para gerações futuras.
O evento abriga três grandes dimensões: Feira da CIENTEC, Reuniões Acadêmico-Científicas e Eventos de Cultura, expondo os principais fundamentos das atividades científicas, tecnológicas e culturais da Universidade e buscando uma interface com a sociedade. A abertura oficial será feita no palco do anfiteatro, às 19h30, com a presença da reitora  Ângela Paiva e apresentações artísticas da Orquestra Sinfônica da UFRN e do Grupo de Dança da UFRN (OSUFRN/ GDUFRN).
Feira da CIENTEC é organizada a partir de pavilhões que abrigam exposições interativas e transdisciplinares com foco nas produções da Universidade e de outras instituições públicas federais, estaduais e municipais, envolvendo também empreendedores locais.
As Reuniões Acadêmico-Científicas é uma dimensão que ocupa espaços além da área da Feira, com palestras, mesas-redondas, oficinas e minicursos abertos à comunidade universitária e ao público em geral. Essas reuniões começam a partir de hoje, dia 18, e os interessados em participar podem ter acesso a programação no link para realizar sua inscrição de forma presencial.
CIENTEC Cultural organizada pelo Núcleo de Arte e Cultura da UFRN (NAC) com apoio da Pró-reitoria de Extensão (Proex) reúne os eventos artísticos da programação com apresentações e discussões pedagógico-culturais, promovendo uma integração por meio de atividades variadas  na música, no cinema e no teatro. Este ano as apresentações ocorrem nos seguintes espaços: Escola de Música da UFRN,  Biblioteca Central, Anfiteatro, Setor de Aulas II e no Espaço Multiuso - Praça Cívica.
A valorização dos artistas potiguares e dos grupos de dança e música da UFRN é mais uma grande aposta desta edição. Também está confirmada a presença de cantores regionais como o pernambucano Juvenil Silva e o paraibano Escurinho, entre as atrações do palco principal. O cantor natalense Rodrigo Lacaz, que vem ganhando destaque apresentando-se em luaus na praia de Ponta Negra e em várias capitais brasileiras e, também, fora do país, como Milão e Itália, é uma das atrações do encerramento da Cientec. Confira a programação completa dos eventos culturais no site  do NAC.
Organização garante qualidade e segurança
O pró-reitor adjunto de Extensão, Breno Cabral, destaca a grandiosidade da Feira que este ano aprovou mais de 232 trabalhos científicos para exposição. “A CIENTEC deixou de ser um evento da UFRN e hoje é um evento do Estado do Rio Grande do Norte”. Breno garante que mesmo diante da crise, os participantes terão a mesma qualidade e segurança dos anos anteriores, e que o evento contempla o  acesso ao serviço de internet wi-fi em mais de 90% do espaço físico. Além disso, a praça de alimentação contempla uma variedade de opções para os visitantes, como o famoso serviço de food trucks.
De acordo com Leonardo Mendes, coordenador adjunto do segmento acadêmico da Cientec, os estandes e pôsteres que serão apresentados, envolvem inovações tecnológicas e científicas em diversas áreas como educação, saúde, meio ambiente, comunicação e direitos humanos. Ao todo são 80 estandes armados e divididos em quatro pavilhões. O Museu Câmara Cascudo, o Parque da Ciência, a Fazendinha, o Instituto Metrópole Digital e o Laboratório ExoLAB são algumas das atrações.  Acesse a programação completa de estandes aqui.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)