Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Vereador denunciou licitação milionária em Mossoró

Blog Robson Pires
O vereador Lahyre Rosado (PSB), utilizou a tribuna da Casa Legislativa nesta terça-feira, 25, durante sessão ordinária realizada na Câmara de Mossoró, para denunciar licitação milionária e suspeitíssima que a gestão Francisco José Júnior (PSD) insiste em realizar. Trata-se de procedimento relativo à limpeza urbana.
Segundo o parlamentar, a Prefeitura de Municipal de Mossoró foi barrada pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) – Veja AQUI). Ainda de acordo com Lahyre, o valor per capita pelo serviço de limpeza urbana saltaria de R$ 5,47/habitante/mês para R$ 14,27/habitante/mês o que corresponderia a um aumento de 261%.
Atualmente, a empresa Vale Norte realiza o serviço e foi contratada sem licitação, além de ter ganho aditivo, totalizando R$ 11.978.149,20 só este ano.
“O lixo é um luxo. Essa frase retrata a realidade de Mossoró, que paga milhões a empresas para fazer a coleta de lixo na cidade. Mas, agora esse absurdo ultrapassou todos os limites. Já vi ao longo da história um aumento de 20%, mas 261% é demais”, disse.
Absurdo total
Na oportunidade, Lahyre Neto comparou o preço pago para a realização do mesmo serviço na capital do estado. “Em Natal cada habitante paga um valor de R$ 6,73 por mês. Com esse novo contrato de quase R$ 150 milhões pagaríamos aqui em Mossoró R$ 14,27. Um absurdo total”, considerou.
Ainda em seu pronunciamento, Lahyre recordou que a última licitação feita em Mossoró foi no ano de 2005. ‘A última vez que teve licitação em Mossoró foi em 2005. Ou seja, há 11 anos, que vemos apenas contratos diretos e aditivos, sem que haja licitação, uma disputa pelo menor preço”, ressaltou.
Decisão
Durante a sessão ordinária, Lahyre Neto falou sobre a decisão do Tribunal de Contas do Estado (TCE) em suspender licitação que aconteceria nesta terça-feira, 25.
“Apesar do TCE ter suspendido, anteriormente, esta licitação que contrataria a empresa para prestar este serviço, a Prefeitura de Mossoró continuou realizando. Precisou de mais duas decisões da justiça para que eles parassem com a licitação”, comentou.
Nota do Blog – Absurdo total é que a empresa que anteriormente fazia esse trabalho, a Sanepav, faturou mais de 145 milhões no período de sua atuação, praticamente passando incólume à fiscalização, como se fosse a coisa mais natural do mundo drenar tanto dinheiro do erário.
A próxima legislatura deve promover uma Comissão Especial de Investigação (CEI) para apurar essa gastança. Ou será que teremos mais uma legislatura apenas para endossar tudo que o Executivo faz?
Por Carlos Santos

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)