Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Vaticano instrui fiéis a não guardar cinzas de mortos em casa

G1
Igreja católica prefere que os corpos sejam enterrados.  Caso seja feita a opção pela cremação, cinzas devem ficar em cemitérios.
O Vaticano divulgou novas regras sobre cremações nesta terça-feira (25). A Igreja Católica, que prefere enterros a cremações, orienta que as cinzas dos mortos sejam mantidas em "locais sagrados", como cemitérios ou igrejas.
"A Igreja recomenda insistentemente que os corpos dos falecidos sejam enterrados em cemitérios ou outros locais sagrados", porque isso mostra dignidade e respeito pelo corpo humano, afirmou o documento, aprovado pelo Papa Francisco.

A instrução de duas páginas ressalta que as cinzas não devem ficar em casa. Apenas o bispo local pode decidir em "casos graves e excepcionais" que as cinzas sejam conservadas em uma residência, segundo o departamento de doutrina do Vaticano.
Caso se escolha a cremação, "as cinzas do fiel devem ser deixadas para repousar em um local sagrado, ou seja, um cemitério ou, em certos casos, em uma igreja ou área separada para este propósito", explicou o texto.
As cinzas também não podem ser lançadas na natureza, segundo a orientação. Há até casos em que um funeral cristão pode ser negado àqueles que solicitarem que as cinzas sejam espalhadas.
"Não é permitido espalhar as cinzas do fiel que partiu no ar, na terra, no mar ou de outra maneira, nem podem elas ser preservadas em mementos, peças de joalheria ou outros objetos", diz o documento.
A Igreja não poderia permitir ou ser conivente com atitudes como considerar a morte a "aniquilação definitiva da pessoa, ou o momento de fusão com a Mãe Natureza ou o universo, ou um estágio no ciclo da regeneração", acrescenta o texto.
A Igreja Católica proibiu cremações durante séculos porque a prática se chocava com os ensinamentos sobre a ressurreição do corpo no Julgamento Final. A instituição começou a permitir cremações em 1963, mas sempre com reservas.

Informações: Da Reuters

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)