quinta-feira, 6 de outubro de 2016

Outubro Rosa reforça importância do autoexame da mama

Outubro chegou e, com ele, a campanha de prevenção ao câncer de mama. Popularmente conhecido como “Outubro Rosa”, este mês lembra às mulheres a importância do diagnóstico precoce. Apesar de todo o avanço tecnológico na medicina, a maneira mais eficiente de encontrar nódulos nos seios continua sendo o autoexame: técnica rápida e caseira.                      
Muitas podem ser as causas do câncer de mama: histórico familiar, menopausa tardia, reposição hormonal, consumo de álcool e obesidade. Não há prevenção, porém quanto mais cedo o diagnóstico, maior é a chance de cura. De acordo com as estatísticas, pacientes com tumores detectados no início do desenvolvimento têm 90% a 100% de chances de recuperação.
No entanto, muitos mitos ainda cercam a doença. Segundo pesquisa coordenada pelo oncologista Sérgio Simon, do Hospital Albert Einstein, e patrocinada pelo laboratório Pfizer, em cinco capitais brasileiras, 47% das mulheres relacionam o câncer a problemas emocionais e estresse, contrariando as evidências científicas. Quando o médico indica o exame de mamografia, somente 29% das pacientes efetivamente realizam. A consequência é um índice de apenas 10% de detecção precoce, submetendo os outros 90% a cirurgias mutiladoras e tratamentos desgastantes.
Não só neste Outubro Rosa, mas em todos os meses do ano, realize o autoexame e mamografia periódica, tenha acompanhamento de um médico e conscientize, também, as demais mulheres da sua família e dos seus círculos de amizades. Fonte TRE-RN