sexta-feira, 21 de outubro de 2016

No sangue e no futebol: três irmãos de Montanhas jogam juntos na 2ª divisão do RN

Portal Globo Esporte RN
Zé Antônio, Anderson Lima e Piúba atuam profissionalmente pela primeira vez e dividem a atenção no Atlético Potiguar. Trio se emociona com parceria em campo.
O sonho de ser jogador de futebol move uma família do interior do Rio Grande do Norte. No Atlético Potiguar, clube que disputa a segunda divisão do Campeonato Potiguar, três irmãos conseguiram realizar o desejo de correr atrás da bola e se juntaram, profissionalmente, pela primeira vez. O mais velho, Claudiano Horácio, ou Piúba, como ficou conhecido no futebol, atua como meia e tem 29 anos. O irmão do meio e mais famoso é o zagueiro Zé Antônio Potiguar, que atuou por América-RN e Campinense. O caçula é Anderson Lima, lateral-esquerdo de 21 anos e que foi a porta de entrada para os irmãos no clube. Os três são nascidos em Montanhas, cidade que fica a 87 km de Natal. A família ainda teve o primogênito Demir, de 33 anos, a entrar no mundo da bola pela antiga equipe do São Gonçalo-RN, mas que já encerrou a carreira.
Mesmo sem chances de chegar ao título da competição, o Rubro-Negro ocupa a terceira colocação, com 12 pontos e tem apenas mais uma partida para disputar. Na cidade de Baía Formosa, no litoral Sul potiguar, a família Horácio de Lima é a sensação da equipe. O clube, presidido pelo empresário Francisco Paiva, é formado por jovens atletas e que também buscam por um espaço no futebol brasileiro. O GloboEsporte.com bateu um papo com os irmãos sobre a relação de amor e parceria dentro e fora das quatro linhas.
Na formação da equipe do Atlético Potiguar para a segunda divisão estadual, o primeiro dos três irmãos a vestir a camisa rubro-negra foi o caçula Anderson Lima. Titular em todos os jogos, ganhou a companhia dos irmãos a partir da quinta rodada. Nas três primeiras partidas, duas derrotas e uma vitória. Com a família completa, uma goleada por 3 a 0 sobre o Força e Luz, no Estádio Barretão, em Ceará-Mirim.