Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Traficantes filmam execução de cabeleireiro em São Gonçalo

Extra.globo.com
Um cabeleireiro morador do bairro Santa Luzia, em São Gonçalo, Região Metropolitana do Rio, foi executado na manhã da última sexta-feira por traficantes da localidade. Em um vídeo de quase seis minutos divulgado pelos próprios criminosos, através do aplicativo de mensagem WhatsApp, Maurício Cosme de Azevedo, de 52 anos, aparece amordaçado com as mãos amarradas dentro de um veículo. Depois de sofrer com o terror psicológico dos algozes, já nos segundos finais das imagens, o assassino descarrega por duas vezes uma pistola em direção à cabeça da vítima.
(abaixo sena muito forte proibido para menores)
Segundo testemunhas, na noite da última quinta-feira, os traficantes invadiram a casa do cabeleireiro no mesmo local onde ficava o seu salão, na Rua Júlio Lima, e o levaram dentro de um Renault Clio prata roubado no dia anterior. Ele foi executado no bairro de Guaxindiba, bem próximo de onde morava. Nas imagens da execução gravadas durante o dia, é possível perceber que o homem que fez a filmagem conversa com outra pessoa. Logo depois do assassinato, uma voz aparece na gravação alertando para que o atirador recolhesse as cápsulas.
A Divisão de Homicídios de Niterói (DH) tem como principal linha de investigação a execução. De acordo com o delegado adjunto da especializada, Marcus Amim, testemunhas que já foram ouvidas relataram que o cabeleireiro era morador antigo do bairro e que tinha ficado chateado depois que os criminosos colocaram uma barricada em frente ao seu salão.
- Esses traficantes teriam decretado a setença de morte deste cabeleireiro por acharem que ele era informante da polícia. Nós já temos a identificação de alguns deles. Assim que a Justiça emitir o mandado de prisão nós iremos à caça - afirmou Amim.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)