terça-feira, 5 de julho de 2016

Preços dos carros brasileiros sem impostos

Estadão
Toyota SW4
O utilitário-esportivo derivado da picape Hilux iria de R$ 213.450 para R$ 96.479
Kia Sportage
O utilitário-esportivo médio Sportage iria de R$ 109.990 para R$ 49.715
Chevrolet S10
A picape média Chevrolet S10, que parte de R$ 97.890, iria iniciar em R$ 44.246
Chevrolet Cruze
O sedã médio Chevrolet Cruze passaria de R$ 89.990 para R$ 40.675
Ford Fiesta 1.0 Turbo Ecoboost
O Ford Fiesta com motor 1.0 turbo custa R$ 71.990 e iria para R$ 32.539
Citroën C3
O Citroën C3 com novo motor 1.2 parte de R$ 46.490 e iria para R$ 21.013
Hyundai HB20
O Hyundai HB20 1.0 parte de R$ 40.545 e passaria a R$ 18.326
Volkswagen Gol 1.0
O Volkswagen Gol custa R$ 34.250 e iria custar R$ 15.481
Fiat Mobi
O novo compacto da Fiat, o Mobi, custa R$ 31.900 e iria para R$ 14.418
Brabus 850 S63
No início do ano o agora ex-presidente da Anfavea (associação dos fabricantes de veículos), Luiz Moan, disse que a carga tributária sobre os automóveis no Brasil é 54,8% do preço final. Diante disso, calculamos o preço de recentes lançamentos no País sem os impostos. O Brabus 850 S63 iria de R$ 1.209.000 para R$ 546.468
Jaguar F-Pace
O utilitário-esportivo F-Pace iria de R$ 309.300 para R$ 139.803