sábado, 23 de julho de 2016

Policia Civil Pb com apoio da Policia RN prende integrantes de quadrilha em assaltos a banco

Portal Paraíba Online
Investigações desenvolvidas pela Polícia Civil da Paraíba, por meio do seu Grupo de Operações Especiais (GOE), resultaram na prisão de cinco pessoas suspeitas de roubos a banco, homicídios e clonagem de veículos nessa quinta-feira (21).
A ação aconteceu em Carapibus, município do Conde, no Litoral Sul, e contou com o apoio do Grupo de Ações Táticas Especiais (Gate) da Polícia Militar da Paraíba, da Divisão de Combate ao Crime Organizado (Deicor) da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (RN) e do Ministério Público (Gaeco). De acordo com o delegado do GOE, Allan Terruel, todos os presos são naturais do Rio Grande do Norte e se escondiam na Paraíba com a intenção de cometer crimes em várias cidades do Estado.
“Primeiramente recebemos informes de que os presos estariam em Baía da Traição, uma região de praia, tranquila. As denúncias chegaram via o número 197 – Disque Denúncia da Secretaria da Segurança e Defesa Social (Seds), informando a existência de um grupo criminoso na área. Quando começamos os levantamentos, descobrimos que os suspeitos estariam em uma localidade de difícil acesso no Litoral Sul. Com investigações e incursões na área desde o último dia 18 de julho, chegamos a identificar a casa que servia de esconderijo e que eles provavelmente estavam armados. Conseguimos efetuar a prisão dos suspeitos em uma ação que envolveu 30 policiais. Eles foram presos em flagrante na posse de várias armas, materiais roubados e dinheiro. Apreendemos veículos roubados também”, disse a autoridade policial.
Foram presos: Ranielson dos Santos, de 27 anos; Rafael Douglas de 19; Daniel Francisco, de 25 anos, Arlon Cleiton Barbosa, de 22 anos; e Alexsandro Ribeiro da Silva, de 29 anos.
O delegado da Divisão de Combate ao Crime Organizado (Deicor) do Rio Grande do Norte, Emerson Valente, disse que alguns dos suspeitos são foragidos do sistema prisional.
“Os presos já tinham passagem pela Polícia e participavam de um esquema criminoso que envolvia o roubo de veículos, a posse ilegal de arma de fogo e ainda homicídios em vários municípios do Rio Grande do Norte. Trocamos informações com a Polícia Civil da Paraíba e nesse apoio mútuo foi possível prender os criminosos e apreender vários materiais que dão materialidade ao tipo de crime cometido por eles, no caso, as explosões a banco”, afirmou Valente.
Durante as abordagens, foram apreendidas oito armas de fogo, cinco equipamentos explosivos, óculos de sol, celulares, uma quantia em dinheiro, placas de carro clonadas, materiais para adulteração de chassis, televisores, ventiladores e ainda veículos.
Ainda segundo o delegado Allan Terruel, em depoimento os suspeitos confessaram a participação nas práticas criminosas, principalmente nas ações contra instituições bancárias.
“Eles disseram que estavam se preparando para realizar uma explosão de caixa eletrônico na cidade de Campina Grande e confessaram que integram um grupo de assaltos a banco aqui na região da Paraíba”, explicou Terruel.
Os presos serão encaminhados para o Presídio do Róger, onde deverão aguardar as decisões da Justiça.