terça-feira, 19 de julho de 2016

Polícia Civil de Santo Antônio prende foragido da Justiça por forjar identidade em delegacia

defesasocial.rn
Policiais civis da Delegacia de Santo Antônio prenderam, nesta segunda-feira (18) na cidade, o foragido da justiça David Luan da Silva Trindade, 24 anos, por forjar identidade na delegacia do município. Após ser abordado por uma equipe de polícia que estava em diligência, David tentou fugir, mas não conseguiu e foi encaminhado à delegacia de Santo Antônio, se identificando como Douglas da Silva Oliveira, e apresentando o documento de identidade do mesmo, o qual teria sido emitido no dia 26 de junho deste ano.
Ao verificar os dados do documento apresentado por ‘Douglas’, os policiais verificaram que o CPF que estava em sua identidade teria sido criado oito dias após a emissão desta, causando a suspeita de que a documentação pudesse ser falsificada. O homem foi conduzido ao Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (ITEP), que constatou que o documento era falso e teria sido produto de um roubo ocorrido no local, onde foram furtadas diversas identidades, sendo ele uma das pessoas que cometeu o crime.
Após a constatação do delito, o homem confessou ser David Luan da Silva Trindade, e alegou que comprou o documento falso em Natal com a finalidade de fugir do estado, seguindo para o Rio de Janeiro, pois estava foragido do sistema prisional do Rio Grande do Norte. Segundo o delegado de Santo Antônio, Everaldo Fonseca, antes de ser encaminhado ao ITEP, David Luan ainda teria assinado documentos como “Douglas” na delegacia, o que ocasionou também a prática do crime de falsidade ideológica.
“Além de omitir informações pessoais na delegacia, David Luan se apresentou e assinou documentos como sendo ‘Douglas’, o que acarretou o crime de falsidade ideológica. Após revelar seu nome verdadeiro, ele omitiu informações acerca da origem da identidade falsa, mas afirmou que teria comprado a mesma em Natal. Ao consultarmos seu nome verdadeiro, constatamos que ele era foragido do sistema prisional, onde estava cumprindo uma pena de 10 anos e 7 meses, e que contra o mesmo havia um mandado de prisão em aberto, expedido pela 12ª Vara de Execuções”, detalha o delegado de Santo Antônio, Everaldo Fonseca.
David também foi preso no ano de 2014 pelo crime de roubo por policiais da Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov). Ele foi autuado pelos crimes de receptação, uso de documento falsificado e falsidade ideológica, e encaminhado ao sistema prisional, onde ficará a disposição da justiça.