quinta-feira, 28 de julho de 2016

Leia: Política no RN

Governador anuncia investimento de quase R$ 4 milhões no Hospital Regional do Seridó
Novo Jornal
O governador Robinson Faria anunciou o investimento de R$ 1,7 milhão em obras e de R$ 2 milhões em equipamentos para o Hospital Regional do Seridó, em Caicó. Durante visita, realizada na manhã desta quinta-feira, 28, o chefe do Executivo ainda assinou a ordem de serviço para a substituição da rede elétrica do hospital, que impedia o funcionamento pleno da unidade.
Do total anunciado, R$ 1,8 milhão será aplicado na aquisição de um tomógrafo. O equipamento será entregue em até 90 dias, e antenderá pacientes de 25 municípios da região, com população estimada em 310 mil habitantes, que antes tinham que ser atendidos na capital do estado.
“E nós ainda demos o fim a uma pendência jurídica em relação ao terreno do hospital. Hoje, ele pertence ao Estado do Rio Grande do Norte e está completamente a disposição da saúde do povo do Seridó”, salientou o governador, antes de revelar que o governo trará dois dias de boas notícias à região ao longo da agenda administrativa que só termina amanhã, 29, às 16h, em Jucurutu.
O Hospital Regional do Seridó é de grande importância para a Rede de Atenção à Saúde do Estado. Atende urgência e emergência, clínica médica, cirurgia geral, ortopedia e traumatologia e obstetrícia de alto risco. Possui 89 leitos, com proposta de ampliação de mais 17 para longa permanência e retaguarda clínica da Rede de Urgências e Emergências.
Henrique alega que acusação por improbidade se baseia em ‘provas ilícitas’
Henrique alega que acusação por improbidade se baseia em ‘provas ilícitas’
O peemedebista argumenta que o Tribunal Regional Federal da 1ª Região considera as supostas evidências ilegais
O ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB) alegou, em nota à imprensa, que a acusação por improbidade administrativa movida pelo Ministério Público Federal (MPF) de Brasília contra ele se baseia em provas consideradas ilícitas pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região.
“A ação proposta em 2004 foi agora repetida em 2016. As decisões anteriores foram anuladas pelo TRF da 1ª Região. Em virtude dessa ilegalidade e do cabal direito de defesa, Henrique Eduardo Alves vai recorrer da decisão”, diz a nota do peemedebista.
Heitor Gregório
(Vídeo) Kelps Lima demonstra indignação com Robinson por usar avião do Estado para fazer política em Caicó
Em Caicó, senadora Fátima debate a federalização do Hospital Regional
Política em Foco

Na semana em que acontece a tradicional Festa de Santana, a senadora Fátima Bezerra visitou a Escola Multicampi de Ciências Médicas da UFRN na manhã de hoje (28) e homenageou os servidores e estudantes: “Vocês estão fazendo história, pois a interiorização do curso de Medicina no RN começou por aqui”.
Na ocasião, Fátima conversou com estudantes sobre a federalização do Hospital Regional de Caicó. “Antes do afastamento da presidenta Dilma conversamos com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) sobre o processo de federalização. O projeto encontra-se no Ministério da Educação – MEC”, explicou a senadora Fátima, que acredita na consolidação da medida.
Fátima Bezerra destacou ainda que um grupo de trabalho coordenado pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte – que inclui representações dos estudantes, do governo estadual, da Ebserh e da Igreja – deve continuar lutando pela implantação do hospital universitário.
“Refirmamos aos estudantes o nosso compromisso de continuar lutando incansavelmente ao lado da reitora da UFRN, professora Angela Paiva, para consolidar o projeto da escola Multicampi de Ciências Médicas”, explicou a senadora ao detalhar que os próximos passos consistem na construção da sede da escola e na incorporação dos hospitais regionais de Currais Novos e Caicó a Ebserh.
Para o professor George Dantas, diretor da Escola Multicampi de Ciências Médicas da UFRN, “não existe outro caminho para esse projeto inclusivo que não seja esse da democracia”. Lara Valeska, representante do movimento #oSeridómereceumHU, lembrou que “um hospital universitário diminui custos de pesquisa, fortalece a nossa escola e atrai novos cursos”.
(Vídeo) Robinson é vaiado na abertura da Feira de Artesanato em Caicó
Heitor Gregório
A popularidade do governador Robinson Faria (PSD) em Caicó está baixíssima.
Durante a abertura da 33ª Feira de Artesanato dos Municípios do Seridó (Famuse), seguindo a agenda em Caicó, o governador Robinson Faria foi vaiado.
Acompanhado pelo deputado estadual Vivaldo Costa (PROS), Robinson lançou no evento que recebeu uma vaia em massa, a Lei do Artesanato.