Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

José Aldo volta a ser "Aldo", vence Edgar e recupera cinturão para o Brasil

sportv.globo
José Aldo foi o único campeão brasileiro no UFC entre maio de 2014, quando Renan Barão foi destronado no peso-galo, e março de 2015, quando Rafael dos Anjos conquistou o título do peso-leve. Nada mais justo, então, que o lutador manauara fosse o homem a recuperar um cinturão - ainda que interino - para o Brasil, dois dias após Dos Anjos perder o seu para Eddie Alvarez. O lutador da Nova União venceu o americano Frankie Edgar por decisão unânime (49-46, 49-46, 48-47) neste sábado, no card principal do UFC 200, em Las Vegas (EUA), para conquistar o título interino dos pesos-penas e uma revanche contra o irlandês Conor McGregor, atual campeão linear da categoria e responsável pela traumática perda do cinturão em dezembro do ano passado.
O "Notório" assistiu de pé, ao lado do octógono, à atuação do brasileiro, que voltou a lutar como acostumou seus fãs durante seu reinado no peso-pena: de forma estratégica, no controle da distância e certeiro nos contragolpes. Basicamente, foi José Aldo novamente, em vez do lutador ávido para atacar o adversário rapidamente que foi no fatídico nocaute sofrido em 13s contra McGregor. Com a confiança recuperada pela atuação dominante, Aldo não perdeu a oportunidade de provocar o arquirrival ao final da luta.
- Confio nele, amo ele. Frankie é um grande adversário, tem um wrestling muito bom, eu o respeito. Mas eu só tenho um objetivo: é vencer este m***. Ele não vai ter a mesma sorte que teve da outra vez - disse José Aldo. O irlandês, de seu assento, fez cara de não ter se impressionado muito e pareceu aberto à revanche contra o brasileiro.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)