terça-feira, 19 de julho de 2016

Hackers derrubam site do TJ do Rio depois de bloqueio do WhatsApp

Jornal do Brasil
Hackers do grupo Anonymous Brasil anunciaram nesta terça-feira (19) pelas redes sociais que retiraram do ar o site do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, em protesto ao bloqueio do WhatsApp no Brasil. O website voltou ao ar antes das 15h.
A juíza da Vara de Execuções Penais do Rio de Janeiro Daniela Barbosa Assunção determinou nesta terça-feira o bloqueio do aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp em todo o Brasil.
No pedido, a magistrada alega que o Facebook, proprietária do aplicativo, não cumpriu a determinação de quebra de sigilo de usuários investigados judicialmente. Em resposta ao pedido da Justiça, o Facebook enviou cinco perguntas, escritas em inglês, e pediu que as respostas fossem realizadas no mesmo idioma, o que incomodou Daniela, que classificou a atitude da empresa como um “deszelo” com a “autoridade judicial”.
O aplicativo foi bloqueado a partir das 14h, de acordo com o sindicato das operadoras de telefonia celular (SinditeleBrasil). As operadoras Tim, Vivo e Claro afirmaram que ficaram sabendo da decisão através da imprensa e ainda não se pronunciaram sobre o assunto.