sexta-feira, 15 de julho de 2016

G1 RN : Vândalos depredam e saqueiam escola na Grande Natal

G1 RN
Mesas, cadeiras, armários, fios de cobre e até o portão. Esses são apenas alguns dos objetos roubados da Escola Municipal Limírio Cardoso Dávila, em Parnamirim, na Grande Natal. Alvo de vândalos desde a quinta-feira (14), a escola foi depredada e saqueada em plena luz do dia.
De acordo com moradores do bairro Boa Vista, aonde a escola fica situada, relataram que a depredação que começou durante a tarde da quinta-feira permaneceram por toda a madrugada. Na manhã desta sexta, uma equipe de reportagem do RN TV 1ª Edição esteve no local e presenciou cenas depredações e roubos (VEJA VÍDEO).

Na chegada da equipe de reportagem ao local, um homem tentava colocar o portão da escola em cima de um carro. “Isso aqui tava ali jogado. Os meninos quebraram, aí eu... eu peguei. Eu cheguei agora, eu cheguei agora, o pessoal já tá levando tudo, aí eu vim e peguei esse que estava lá jogado. Não é certo não, mas o pessoal levou tudo”, relatou o homem que levou o portão da escola.
Mesmo com a presença da equipe de reportagem, os vândalos continuaram o saque e a depredação. Em um trecho da reportagem é possível ver um homem utilizando um pedaço de madeira para quebrar o forro de uma sala de aula. Em outro trecho, uma mulher usa um carrinho de mão para roubar um armário.
Na frente da escola, uma dona de casa moradora do bairro tentava impedir que a fiação da escola fosse roubada. “É roubo. Estão roubando do colégio. Os meninos estão começando a carregar as coisas do colégio. é certo isso daí?", reclamou indignada a dona de casa Meire de Souza.
Da estrutura física da escola pouco sobrou após os dois dias de depredação. O forro do teto das salas de aula foram quebrados. Pias, sanitários e lâmpadas foram quebradas ou roubadas. Janelas foram quebradas. Da estrutura funcional da escola, materiais como cadeiras, mesas, computadores e impressoras não podem mais ser encontradas no local.
“Isso é horrível, rapaz. É o fim do mundo um negócio desses. Uma escola tão boa, tão bonita, para dar educação a sociedade, as crianças, chegam uns vândalos e fazem isso”, lamentou o agente de saúde Gibson Oliveira Paiva, que presenciou a destruição da escola.
Mudança na direção motivou vandalismo
Segundo o secretário de educação de Parnamirim, José Rildo Martins, a depredação pode ter sido motivada pela saída do antigo diretor da coordenação da escola. Segundo o secretário, o diretor saiu após professores reclamarem que ele teria uma postura muito permissiva com os alunos.
“Fui procurado pelos professores informando que não gostariam mais de trabalhar com o diretor anterior dado a sua forma de trabalho, que segundo os professores era uma forma permissiva, na qual os alunos poderiam fazer o que achassem que deviam”, explicou José Rildo Martins.
Outro lado
De acordo com as pessoas que estavam praticando o vandalismo e não quiseram se identificar, os atos teriam sido motivados porque eles souberam que a escola seria fechada. Portas, janelas e o forro do teto de várias salas de aula foram destruídos. Centenas de livros didáticos foram rasgados.