quarta-feira, 6 de julho de 2016

Evangelho do Dia/Santo do Dia

6 de julho de 2016 – CNBB
1ª Leitura - Os 10,1-3.7-8.12
É tempo de procurar o Senhor.
Leitura da Profecia de Oséias 10,1-3.7-8.12
1Israel era uma vinha exuberante e dava frutos para seu consumo; na medida de sua produção, erguia os numerosos altares; na medida da fertilidade da terra, embelezava seus ídolos.
2Com o coração dividido, deve agora receber castigo; o Senhor mesmo derrubará seus altares, destruirá os seus simulacros.
3Decerto, dirão agora: 'Não temos rei; não temos medo do Senhor. Que poderia o rei fazer por nós?'
7Samaria está liqÜidada, seu rei vai flutuando como palha em cima da água.
8Será desmantelada a idolatria dos lugares altos, pecado de Israel; ali crescerãoespinhos e abrolhos sobre seus altares; então se dirá aos montes: 'Cobri-nos!' e às colinas: 'Caí sobre nós!'
12Semeai justiça entre vós, e colhereis amor; desbravai uma roça nova. É tempo de procurar o Senhor, até que ele venha e derrame a justiça em vós.'
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 104 (105),2-3. 4-5. 6-7 (R. 4b)
R. Buscai constantemente a face do Senhor!
Ou: Aleluia, Aleluia, Aleluia
2Cantai, entoai salmos para ele, * publicai todas as suas maravilhas!
3Gloriai-vos em seu nome que é santo, * exulte o coração que busca a Deus!R.
4Procurai o Senhor Deus e seu poder, * buscai constantemente a sua face!
5Lembrai as maravilhas que ele fez, * seus prodígios e as palavras de seus lábios!R.
6Descendentes de Abraão, seu servidor, * e filhos de Jacó, seu escolhido,
7ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, * vigoram suas leis em toda a terra.R.
Evangelho - Mt 10,1-7
Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 10,1-7
Naquele tempo:
1Jesus chamou os doze discípulos e deu-lhes poder para expulsarem os espíritos maus e para curarem todo tipo de doença e enfermidade.
2Estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e seu irmão João;
3Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o cobrador de impostos; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu;
4Simão, o Zelota, e Judas Iscariotes, que foi o traidor de Jesus.
5Jesus enviou estes Doze, com as seguintes recomendações: 'Não deveis ir aonde moram os pagãos, nem entrar nas cidades dos samaritanos!
6Ide, antes, às ovelhas perdidas da casa de Israel!
7Em vosso caminho, anunciai: 'O Reino dos Céus está próximo'.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mt 10, 1-7
Nós devemos ter sempre a convicção de que, se fomos chamados para trabalhar no Reino de Deus, foi Jesus quem nos chamou. Outras pessoas podem até ter participado deste chamado, mas forma instrumentos nas mãos de Jesus para que esse chamado acontecesse. E porque foi Jesus quem nos chamou, é da obra dele que participamos. Não temos o nosso próprio projeto e nem participamos de projetos de outras pessoas, mas na verdade, nos inserimos no projeto do próprio Jesus. Com isso, não realizamos a nossa obra, mas a obra daquele que nos chamou e não agimos pelo nosso próprio poder, mas agimos pelo poder daquele que nos chamou e nos enviou para a realização do seu projeto de amor.
SANTO DO DIA
Santa Maria Goretti, virgem e mártir
Santa Maria Goretti manteve-se pura e santa por causa do seu amor a Deus
A Igreja, neste dia, celebra a virgem e mártir que encantou e continua enriquecendo os cristãos com seu testemunho de “sim” a Deus e “não” ao pecado. Nascida em Corinaldo, centro da Itália, era de família pobre, numerosa e camponesa, mas muito temente a Deus.
Com a morte do pai, Maria Goretti, com os seus, foram morar num local perto de Roma, sob o mesmo teto de uma família composta por um pai viúvo e dois filhos, sendo um deles Alexandre. Aconteceu que este jovem por várias vezes tentou seduzir Goretti, que ficava em casa para cuidar dos irmãozinhos. E por ser uma menina temente a Deus, sua resposta era cheia de maturidade: “Não, não, Deus não quer; é pecado!”
Santa Maria Goretti, certa vez, estava em casa e em oração, por isso quando o jovem, que era de maior estatura e idade, tentou novamente seduzi-la, Goretti resistiu com mais um grande não. A resposta de Alexandre foram 14 facadas, enquanto da parte de Goretti, percebemos a santidade, na confidência à sua mãe: “Sim, o perdoo… Lá no céu, rogarei para que ele se arrependa… Quero que ele esteja junto comigo na glória eterna”.
O martírio desta adolescente, de apenas 12 anos, foi a causa da conversão do jovem assassino, que depois de sair da cadeia esteve com as 400 mil pessoas, na Praça de São Pedro, na ocasião da canonização dessa santa, e ao lado da mãe dela, que o perdoou também.
Santa Maria Goretti manteve-se pura e santa por causa do seu amor a Deus, por isso na glória reina com Cristo.
Santa Maria Goretti, rogai por nós!