Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Leia: Artigo - João Batista Soares de Lima

Ponto de Vista - O Tanque de Betesda 
O capítulo 5 do Evangelho de João trata de dois temas importantes: a cura de um paralítico e a confissão de Jesus como Filho de Deus. Nessa passagem bíblica, Jesus chega ao tanque de Betesda, onde havia muitos enfermos, cegos, aleijados, coxos, inválidos, que vinham ali procurar curar-se, porque de vez em quando descia um anjo do céu e agitava a água, e o primeiro que entrasse na água após o anjo agitá-la ficava curado de qualquer doença.
Jesus, então, chegou a um homem que há 38 anos era paralítico, e perguntou se o homem queria ser curado. O homem recrutou que não havia quem o ajudasse a entrar na água; por isso, sempre alguém entrava antes dele. Jesus, porém, o curou e o mandou pegar sua maca e andar. Nós que acreditamos na Bíblia, consideramos esse acontecimento como um fato verídico, sem sombra de dúvida.
Mas, fazendo uma analogia e trazendo este acontecimento para os dias atuais, podemos dizer que o tanque é o lugar, interior ou exterior, para onde nos dirigimos em busca de cura para as nossas enfermidades físicas ou espirituais; a água é a palavra de Deus que nos cura de todo o mal; o movimento da água seria o agir do Espírito Santo, através de seus mensageiros – os anjos que nos assistem em carne e osso ou em espírito; os enfermos e inválidos seríamos nós mesmos que, ainda no caminho, trilhamos por veredas que nos levam ao sofrimento, quando ainda não decidimos seguir a Cristo fielmente; a cura se dá quando passamos a viver conforme Seus ensinamentos; a maca é a nossa cruz diária que temos que carregar, são nossas tribulações;
Jesus é o nosso Guia e Mestre, Aquele que nos liberta das ilusões, do engano, do pecado e do mal; este Cristo existe em cada um de nós e fora de nós, é Deus sempre pronto a nos salvar. Não esperemos tanto tempo quanto aquele paralítico esperou para buscarmos o Seu socorro.
O sábado, como qualquer outro dia da semana, é o tempo de você buscar a Deus, e esse tempo é o hoje  – Cristo é senhor do sábado; Ele não está limitado a qualquer circunstância de tempo nem de espaço – todos os dias devem ser consagrados ao Espírito, a Deus, consagrando o nosso trabalho, os nossos estudos, tudo que fizermos a Ele, como se estivéssemos fazendo para Ele.
Os judeus perseguiram Jesus por Ele ter curado no sábado; preferiram observar à lei mosaica a enxergar o amor e a graça de Jesus. Atentemos para não cairmos na mesma armadilha! Não devemos colocar as tradições acima de nossa busca espiritual. Nos versículos 24 e 25 Jesus diz que quem ouve a palavra d’Ele e crê n’Aquele que lhe enviou tem a vida eterna e não será condenado, mas já passou da morte para a vida. E Ele afirma que já chegou a hora em que os mortos ouvirão a Sua voz e viverão.
Mais uma vez Jesus se refere àquelas pessoas que, mesmo vivas fisicamente, estão mortas espiritualmente;  semelhantemente quando Ele respondeu a um de seus discípulos que pedira para enterrar o seu pai. Disse Jesus: “Siga-me, e deixe que os mortos sepultem os seus próprios mortos” (Mateus 8:22). Assim também, muitos dos que hoje estão vivos fisicamente são como mortos, pois não se sentem espírito, vida eterna, essência de Deus. Sentem-se apenas o corpo físico, uma mente limitada.
O Cristo veio exatamente despertar essas pessoas para o ser que elas são, curarem-se de suas enfermidades espirituais – se assim podemos dizer. E somente crendo nos ensinamentos de Cristo, perseverando nesse caminhar, é que o nosso EU vai desabrochar, a nossa luz vai começa a brilhar, e nós passamos a compreender e a compartilhar a paz, o amor e a sabedoria divina, o Reino dos Céus, que está preparado para aqueles que vivem em comunhão com o Pai Celestial.
João Batista Soares de Lima  – Ex secretário de Tributação e Membro da Arca da Aliança – Movimento Cristão.
As opiniões contidas nos artigos são de responsabilidade dos colaboradores

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)