quarta-feira, 1 de junho de 2016

Prefeitos de vinte e oito cidades,RN confirmam atraso na folha de pagamento

AgoraRN - A falta de recursos vem dificultando o andamento das atividades em diversas prefeituras do Rio Grande Norte. Segundo um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CMN) através do uso de questionários, que foi respondido por 126 das 167 prefeituras potiguares foi constatado que a crise instalada no Brasil é a responsável pelo o atraso no pagamento dos servidores em 28 cidades potiguares e que faz com que outras 71 não disponha de recursos financeiros mínimos para arcar, por exemplo, com o piso do magistério.
A redução nos recursos também vem causando o desabastecimento de medicamentos nas unidades básicas de saúde. De acordo com o levantamento a área mais prejudicada é a da saúde.
No Rio Grande do Norte cento e onze cidades afirmaram sofrer com problemas neste setor. Outro dado relevante apresentado na pesquisa é sobre a falta de recursos para a melhoria das unidades hospitalares que atinge 59 cidades do RN.