quarta-feira, 22 de junho de 2016

Policiais protestam contra prisão de PMs suspeitos de homicídios em Mossoró

Mossoró Hoje - Os profissionais de segurança pública que atuam em Mossoró e região saíram em caminhada contra a operação "Os Intocáveis" que resultou na prisão de 5 policiais militares e um agente civil suspeitos de integrar um grupo de extermínio.
Munidos de cartazes e fotos de policiais mortos, os profissionais se reuniram na Avenida Presidente Dutra, em frente à AABB e seguiram em caminhada até a praça Rodolfo Fernandes (Praça do Pax), no Centro da cidade onde foi finalizado o ato. Eles denunciaram a forma como os policiais investigados foram abordados e criticaram o forte aparato usado durante a operação que contou, inclusive, com o apoio do helicóptero Potiguar I, da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SESED). O major PM Rodrigues protestou, em audio, contra a prisão pirotécnica dos 5 policiais militares em Mossoro e também do agente de Polícia Civil.
“Estamos criticando a forma como foi empregada a prisão desses policiais. Todos sabem que eles são os linhas de frente do combate ao crime. Fomos surpreendidos com essa notícia de que a Força Nacional veio para prender esses policiais. Até que se prove o contrário, para mim eles são heróis", disse o agente penitenciário Ailson Bião.
No ato, os profissionais denunciaram as más condições de trabalho dos órgãos de segurança pública, como também cobraram soluções aos policiais mortos esse ano. Um dos casos lembrados no ato é o do Soldado da Polícia Militar Wildney Alves Andrade, morto durante um assalto no dia 21 de março.