domingo, 5 de junho de 2016

Evangelho do Dia/Santo do Dia

5 de junho de 2016 – CNBB
1ª Leitura - 1Rs 17,17-24
Eis aqui, vivo, o teu filho.
Leitura do Primeiro Livro dos Reis 17,17-24
Naqueles dias:
17Sucedeu que o filho da dona da casa caiu doente, e o seu mal era tão grave que ele já não respirava.
18Então a mulher disse a Elias:'O que há entre mim e ti, homem de Deus?Porventura vieste à minha casa para me lembrares os meus pecados e matares o meu filho?'
19Elias respondeu-lhe:'Dá-me o teu filho!'Tomando o menino do seu regaço,levou-o ao aposento de cima onde ele dormia, e o pôs em cima do seu leito.
20Depois, clamou ao Senhor, dizendo:'Senhor, meu Deus,até a viúva, em cuja casa habito como hóspede,queres afligir, matando-lhe seu filho?'
21Depois, por três vezes,ele estendeu-se sobre o menino e suplicou ao Senhor: 'Senhor, meu Deus,faze, te rogo, que a alma deste menino volte às suas entranhas'.
22O Senhor ouviu a voz de Elias: a alma do menino voltou a ele e ele recuperou a vida.
23Elias tomou o menino, desceu com ele do aposento superior para o interior da casa,
e entregou-o à sua mãe, dizendo: 'Eis aqui o teu filho vivo'.
24A mulher exclamou: 'Agora vejo que és um homem de Deus, e que a palavra do Senhor é verdadeira em tua boca'.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 29,2.4.5-6.11.12a.13b (R.2a.4b)
R.Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes e preservastes minha vida da morte.!
2Eu vos exalto, ó Senhor, pois me livrastes,*e não deixastes rir de mim meus inimigos!
4Vós tirastes minha alma dos abismos*e me salvastes, quando estava já morrendo!R.
5Cantai salmos ao Senhor, povo fiel,*dai-lhe graças e invocai seu santo nome!
6Pois sua ira dura apenas um momento,*mas sua bondade permanece a vida inteira; se à tarde vem o pranto visitar-nos,*de manhã vem saudar-nos a alegria.R.
11Escutai-me, Senhor Deus, tende piedade!*Sede, Senhor, o meu abrigo protetor!
12Transformastes o meu pranto em uma festa,*
13Senhor meu Deus, eternamente hei de louvar-vos!R.
2ª Leitura - Gl 1,11-19
Dignou-se revelar-me o seu Filho,
para que eu o pregasse entre os pagãos.
Leitura da Carta de São Paulo aos Gálatas 1,11-19
11Asseguro-vos, irmãos, que o evangelho pregado por mim não é conforme a critérios humanos.
12Com efeito, não o recebi nem aprendi de homem algum, mas por revelação de Jesus Cristo.
13Certamente ouvistes falar como foi outrora a minha conduta no judaísmo, com que excessos perseguia e devastava a Igreja de Deus
14e como progredia no judaísmo mais do que muitos judeus de minha idade, mostrando-me extremamente zeloso das tradiçðes paternas.
15Quando, porém, aquele que me separou desde o ventre materno e me chamou por sua graça
16se dignou revelar-me o seu Filho, para que eu o pregasse entre os pagãos, não consultei carne nem sangue
17nem subi, logo, a Jerusalém para estar com os que eram apóstolos antes de mim. Pelo contrário, parti para a Arábia e, depois, voltei ainda a Damasco.
18Três anos mais tarde, fui a Jerusalém para conhecer Cefas e fiquei com ele quinze dias.
19E não estive com nenhum outro apóstolo, a não ser Tiago, o irmão do Senhor.
Palavra do Senhor.
Evangelho - Lc 7,11-17
Jovem, eu te ordeno, levanta-te!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas 7,11-17
Naquele tempo:
11Jesus dirigiu-se a uma cidade chamada Naim. Com ele iam seus discípulos e uma grande multidão.
12Quando chegou à porta da cidade,eis que levavam um defunto,filho único; e sua mãe era viúva.Grande multidão da cidade a acompanhava.
13Ao vê-la, o Senhor sentiu compaixão para com ela e lhe disse: 'Não chore!'
14Aproximou-se, tocou o caixão, e os que o carregavam pararam. Então, Jesus disse: 'Jovem, eu te ordeno, levanta-te!'
15O que estava morto sentou-se e começou a falar. E Jesus o entregou à sua mãe.
16Todos ficaram com muito medo e glorificavam a Deus, dizendo: 'Um grande profeta apareceu entre nós e Deus veio visitar o seu povo.'
17E a notícia do fato espalhou-se pela Judéia inteira, e por toda a redondeza.
Palavra da Salvação.
SANTO DO DIA
São Bonifácio, monge beneditino
Soube proporcionar elo do Cristianismo nascente na Alemanha com Roma, assim como bem evangelizou os quatro cantos de sua região
Com alegria, celebramos vida de total entrega a Deus, deste santo que se tornou o “Apóstolo da Alemanha”. São Bonifácio nasceu em 675 e recebeu o nome de batismo de Winfrido e com o passar da vida, no seguimento ao Divino Mestre, tornou-se monge beneditino.
O coração de Bonifácio era sereno como o dos seus irmãos monges, porém, inquieto por causa do seu ardor missionário, sendo assim ao se apresentar ao Papa recebeu sua investidura de missionário, fato que mudou sua vida e seu nome de Winfrido para Bonifácio, em memória de um grande mártir. Ordenado Bispo, São Bonifácio soube proporcionar elo do Cristianismo nascente na Alemanha com Roma, assim como bem evangelizou os quatro cantos de sua região, através de muitos mosteiros e dioceses que nasceram por sua causa.
Docilidade e firmeza, timidez e coragem, oração e ação estavam presentes em sua pessoa e em seu fecundo apostolado, que não se resumiu na Alemanha, pois ao estabelecer sede episcopal, deixou tudo nas mãos de outro Bispo e foi evangelizar o Norte da Europa. Aconteceu que ao ir para Dokkin a convite para celebrar o Crisma, São Bonifácio e outros cristãos foram atacados e mortos por pagãos, isso em 754.
São Bonifácio, rogai por nós!