quinta-feira, 2 de junho de 2016

Evangelho do Dia/Santo do Dia

2 de junho de 2016 – CNBB
1ª Leitura - 2Tm 2,8-15
A Palavra de Deus não está algemada.
Se com ele morremos, com ele viveremos.
Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo 2,8-15
Caríssimo:
8Lembra-te de Jesus Cristo, da descendência de Davi,ressuscitado dentre os mortos, segundo o meu evangelho.
9Por ele eu estou sofrendo até às algemas,como se eu fosse um malfeitor;mas a palavra de Deus não está algemada.
10Por isso suporto qualquer coisa pelos eleitos,para que eles também alcancem a salvação,que está em Cristo Jesus,com a glória eterna.
11Merece fé esta palavra:se com ele morremos, com ele viveremos.
12Se com ele ficamos firmes, com ele reinaremos.Se nós o negamos, também ele nos negará.
13Se lhe somos infiéis, ele permanece fiel,pois não pode negar-se a si mesmo.
14Lembra-lhes tais coisas e conjura-os por Deus a evitarem discussões vós,que de nada servem a não ser para a perdição dos ouvintes.
15Empenha-te em apresentar-te diante de Deus como homem digno de aprovação, como operário que não tem de que se envergonhar,mas expõe corretamente a palavra da verdade.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 24, 4-5ab. 8-9. 10.14 (R. 4a)
R. Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos!
4Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos.Fazei-me conhecer a vossa estrada!
5aVossa verdade me oriente e me conduza, +
5bporque sois o Deus da minha salvação.R.
8O Senhor é piedade e retidão, *e reconduz ao bom caminho os pecadores.
9Ele dirige os humildes na justiça, *e aos pobres ele ensina o seu caminho.R.
10Verdade e amor são os caminhos do Senhor *para quem guarda sua Aliança e seus preceitos.
14O Senhor se torna íntimo aos que o temem *e lhes dá a conhecer sua Aliança.R.
Evangelho - Mc 12,28b-34
Amarás o Senhor teu Deus.
Amarás o teu próximo.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo escrito por Marcos 12,28b-34
Naquele tempo:
28bUm mestre da Lei, aproximou-se de Jesus e perguntou:'Qual é o primeiro de todos os mandamentos?'
29Jesus respondeu:'O primeiro é este: Ouve, ó Israel! O Senhor nosso Deus é o único Senhor.
30Amarás o Senhor teu Deus de todo o teu coração, de toda a tua alma, de todo o teu entendimento e com toda a tua força!
31O segundo mandamento é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo! Não existe outro mandamento maior do que estes'.
32O mestre da Lei disse a Jesus: 'Muito bem, Mestre! Na verdade, é como disseste:Ele é o único Deus e não existe outro além dele.
33Amá-lo de todo o coração, de toda a mente,e com toda a força,e amar o próximo como a si mesmo é melhor do que todos os holocaustos e sacrifícios'.
34Jesus viu que ele tinha respondido com inteligência,e disse: 'Tu não estás longe do Reino de Deus'. E ninguém mais tinha coragem de fazer perguntas a Jesus.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 12, 28b-34
O apóstolo São João nos diz que quem afirma que ama a Deus a quem não vê e não ama o seu irmão a quem vê é um mentiroso. O evangelho do hoje nos mostra que o amor a Deus está intimamente atrelado ao amor aos irmãos, de modo que só ama verdadeiramente a Deus quem vive concretamente o amor ao próximo, pois Deus é amor e quem ama permanece em Deus, o que faz com que o amor ao próximo se torne a grande forma de culto a Deus. Quando não vivemos o amor, não cultuamos verdadeiramente a Deus, e assim nos submetemos às mais variadas formas de idolatria que nos são propostas pelo mundo moderno.
SANTO DO DIA
São Marcelino e São Pedro, instrumentos da Divina Providência
Foram instrumentos da Divina Providência para que a evangelização chegasse a tantas outras pessoas
Os santos de hoje, pertenceram ao clero romano no século IV e viveram no contexto da grande perseguição contra a Igreja de Cristo, por parte do Imperador Diocleciano. Foram mártires por causa do amor a Jesus.
Os santos demonstram com a vida e até com a morte, no caso dos mártires, que o amor precisa ser o mais importante. Foram presos, e na cadeia souberam que o responsável daquela prisão estava deprimido. E quiseram saber o porquê. E a filha deste, estava sendo oprimida pelo maligno. Eles então, anunciaram Jesus àquele pai, e disseram do poder do Senhor para libertá-la. Conseguiram liberação, foram até a casa desta família, anunciaram Jesus, oraram pela libertação daquela criança e que graça, toda a família se converteu, aceitando o santo Batismo. Este pai de família também foi preso e martirizado.
Pedro e Marcelino foram instrumentos da Divina Providência para que a evangelização chegasse a essa família e a tantas outras pessoas. Estes santos foram decapitados no ano de 304.
Peçamos a intercessão destes santos para que a nossa evangelização seja centrada no amor de Deus, para que muitas famílias se convertam e se tornem sinais visíveis deste amor que santifica e salva, o amor de Deus.
São Marcelino e São Pedro, rogai por nós!