sexta-feira, 10 de junho de 2016

Evangelho do Dia/Santo do Dia

10 de junho de 2016 – CNBB
1ª Leitura - 1Rs 19,9a.11-16
Leitura do Primeiro Livro dos Reis 19,9a.11-16
Naqueles dias, ao chegar a Horeb, o monte de Deus,
9ao profeta Elias entrou numa gruta, onde passou a noite. E eis que a palavra do Senhor lhe foi dirigida nestes termos:
11'Sai e permanece sobre o monte diante do Senhor,porque o Senhor vai passar'.Antes do Senhor, porém, veio um vento impetuoso e forte,que desfazia as montanhas e quebrava os rochedos. Mas o Senhor não estava no vento. Depois do vento houve um terremoto. Mas o Senhor não estava no terremoto.
12Passado o terremoto, veio um fogo.Mas o Senhor não estava no fogo. E depois do fogo ouviu-se um murmúrio de uma leve brisa.
13Ouvindo isto, Elias cobriu o rosto com o manto, saiu e pôs-se à entrada da gruta. Ouviu, então, uma voz que dizia:'Que fazes aqui, Elias?'
14Ele respondeu: 'Estou ardendo de zelo pelo Senhor, Deus Todo-poderoso, porque os filhos de Israel abandonaram tua aliança, demoliram teus altares e mataram à espada teus profetas. Só eu escapei.Mas, agora, também querem matar-me'.
15O Senhor disse-lhe: 'Vai e toma o teu caminho de volta, na direção do deserto de Damasco. Chegando lá, ungirás Hazael como rei da Síria.
16Unge também a Jeú, filho de Namsi,  como rei de Israel, e a Eliseu, filho de Safat, de Abel-Meula, como profeta em teu lugar.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 26,7-8a. 8b-9abc. 13-14 (R. 8b)
R. Senhor, é vossa face que eu procuro!
7Ó Senhor, ouvi a voz do meu apelo,+atendei por compaixão!*
8aMeu coração fala convosco confiante.R.
8bé vossa face que eu procuro,+
9aNão afasteis em vossa ira o vosso servo,*sois vós o meu auxílio!
9bNão me esqueçais nem me deixeis abandonado,*
9cmeu Deus e Salvador!R.
13Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver*na terra dos viventes.
14Espera no Senhor e tem coragem,*
espera no Senhor!R.
Evangelho - Mt 5,27-32
Todo aquele que olhar para uma mulher,
com o desejo de possuí-la,
já cometeu adultério com ela no seu coração.
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 5,27-32
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos:
27Ouvistes o que foi dito: 'Não cometerás adultério'.
28Eu, porém, vos digo: Todo aquele que olhar para uma mulher, com o desejo de possuí-la, já cometeu adultério com ela no seu coração.
29Se o teu olho direito é para ti ocasião de pecado, arranca-o e joga-o para longe de ti!
De fato, é melhor perder um de teus membros, do que todo o teu corpo ser jogado no inferno.
30Se a tua mão direita é para ti ocasião de pecado, corta-a e joga-a para longe de ti!
De fato, é melhor perder um dos teus membros, do que todo o teu corpo ir para o inferno.
3lFoi dito também:'Quem se divorciar de sua mulher, dê-lhe uma certidão de divórcio'.
32Eu, porém, vos digo: Todo aquele que se divorcia de sua mulher, a não ser por motivo de união irregular, faz com que ela se torne adúltera; e quem se casa com a mulher divorciada comete adultério.
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mt 5, 27-32
O valor da pessoa humana não pode ser diminuído em hipótese alguma. O Evangelho de hoje nos mostra o valor da pessoa como motivação para a vivência plena da Lei. Não é porque eu não fiz nada que eu não desrespeitei. Jesus não quer apenas ato, ele exige de nós uma postura evangélica de quem é capaz de ver o outro e a outra como seres criados à imagem e semelhança de Deus, mas também como renascidos em Cristo para uma vida nova, membros do Corpo Místico de Cristo, unidos a Cristo como o ramo está unido à videira, Templos vivos do Espírito Santo e como consagrados pela graça do Batismo, ou seja, pertencentes ao Pai, amados e amadas por ele e que devem ser respeitados e valorizados.
SANTO DIA
Santo Anjo da Guarda de Portugal - anjo da Paz, da Pátria e da Eucaristia
Anjo da Paz, da Pátria, da Eucaristia. As 3 aparições deste anjo em Portugal compuseram o ciclo angélico da mensagem de Fátima.
Na primavera de 1916, as 3 crianças estavam na Loca do Cabeço (Fátima) a pastorear, quando apareceu-lhes um jovem de mais ou menos 14 ou 15 anos, mais branco que a neve, dizendo: “Não temais, sou o Anjo da Paz, orai comigo: Meu Deus eu creio, adoro, espero e amo-vos. Peço-vos perdão para os que não creem, não adoram, não esperam e não vos amam”. As crianças rezaram por três vezes, com o rosto ao chão. Depois ouviram do anjo: “Orai assim. Os corações de Jesus e de Maria, estão atentos à voz de vossas súplicas”. Esta oração acompanhou os pastorinhos sempre.
A segunda aparição deu-se num dia de verão, no quintal da casa de Lúcia, no Poço do Arneiro. As crianças estavam brincando sobre o poço, quando o anjo apareceu-lhes dizendo: “Que fazeis? Orai, orai muito. Os corações santíssimos de Jesus e de Maria, tem sobre vós desígnios de misericórdia… eu sou o Anjo da sua guarda, o anjo de Portugal”.
Na terceira aparição, outono do mesmo ano, novamente na Loca do Cabeço, as crianças rezavam a oração que aprenderam na primeira aparição, e o Anjo lhes apareceu com o cálice e uma hóstia. A hóstia a pingar gotas de sangue no cálice. Elas ajoelharam, e o anjo ensinou-lhes esta oração profundíssima que diz da essência da mensagem de Fátima: “Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espirito Santo, adoro-vos profundamente. E ofereço-vos o Preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo presente em todos os sacrários da Terra. Em reparação aos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido, e pelos méritos infinitos do Seu Santíssimo Coração e do Coração Imaculado de Maria, peço-vos a conversão dos pobres pecadores”. Depois disso, o Anjo da Eucaristia, entregou a hóstia para Lúcia e o cálice entre Francisco e Jacinta e disse-lhes: “Tomai e bebei o Corpo e o Sangue de Jesus Cristo, horrivelmente ultrajado pelos homens ingratos. Reparai os seus crimes e consolai o vosso Deus.”
Esta oração nos une com Maria, ao reparador Jesus Cristo, no mistério da Eucaristia para a glória da Santissima Trindade.
Santo Anjo da Guarda de Portugal, rogai por nós!