terça-feira, 28 de junho de 2016

Empresário é morto e 4 feridos em ataque a empresa de vigilância em Caraúbas-RN

G1 RN - O dono de uma empresa de vigilância foi assassinado a tiros na noite desta segunda-feira (27) em Caraúbas, cidade do Oeste potiguar. De acordo com a Polícia Militar, outras quatro pessoas foram baleadas. Ninguém foi preso até o momento.
Segundo a PM, o crime aconteceu por volta das 19h. Dono da Vigilância Puma, Francisco Trajano de Souza, de 45 anos, estava na calçada de casa, onde também funciona o escritório da empresa, quando dois homens em uma motocicleta pararam os veículos na esquina e caminharam até a frente da residência. Ao se aproximarem, os dois abriram fogo. Além de Francisco, alvo do ataque, também foram baleados dois adolescentes de 16 anos que trabalhavam para ele, um homem e sua filha, que são vizinhos do empresário e também estavam na calçada.
Em contato com o G1, o delegado Erick Gomes disse que Francisco vinha sofrendo ameaças de bandidos e que, na semana passada, havia prestado queixa.
Ódio de vigilantes
“Os criminosos de Caraúbas têm ódio de vigilantes". Isso porque, segundo Erick Gomes, "os vigilantes ajudam o trabalho da polícia”. Nos últimos anos, ainda de acordo com o delegado, sete vigilantes da cidade já sofreram atentados. Seis foram mortos. O último caso, antes do ataque desta segunda, aconteceu em dezembro do ano passado. Na ocasião, foi assassinado o gerente da própria Vigilância Puma, Antônio Carlos Lacerda, de 33 anos. Ele foi atingido por tiros de pistola 9 milímetros (de uso restrito do Exército brasileiro) e espingarda calibre 12.