Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Bananas contaminadas com vírus HIV? A história causou pânico na internet

Jornal Ciência - Você já deve ter visto nos últimos meses uma mensagem no Facebook ou WhatsApp alertando sobre supostas bananas infectadas com o vírus HIV, que estariam chegando da Guatemala.
A notícia, que foi compartilhada por centenas de milhares de pessoas, afirma que uma funcionária da Organização Mundial da Saúde (OMS), a Dr.ª Carissa Etienne, estaria alertando a população sobre o perigo das bananas contaminadas com o vírus, supostamente trazidas ao Brasil. O texto ainda fala sobre a possibilidade de que grande parte das bananas consumidas aqui tenham vindo da Guatemala e que cerca de 2 milhões delas tenham sido infectadas com HIV e distribuídas pelo continente.
Não é a primeira nem a última vez que vamos ver uma história assim na internet, certo? Então, que tal analisarmos por partes essa notícia para descobrirmos a verdade?
Podemos começar com o fato mais importante: o vírus não resiste fora do corpo por muito tempo. Por ser bastante sensível ao meio externo, ele não sobrevive por mais de uma hora fora do corpo humano. Sendo assim, uma viagem da Guatemala até aqui impediria que ele desembarcasse “vivo”.
Depois, podemos falar sobre o fato de o Brasil não importar bananas da Guatemala. Atualmente o País figura a lista dos maiores produtores de bananas no mundo e, segundo informações do Ministério da Agricultura, 95% das bananas produzidas aqui, são consumidas pelos próprios brasileiros. Além disso, se você acompanhou os jornais no ano passado, deve ter visto a insatisfação de diversos agricultores quando descobriram que o País iria importar bananas do Equador.
Por fim, o fato que acrescentaria mais credibilidade a notícia: a fonte. Segundo a publicação, o aviso vinha da Dr.ª Carissa Etienne, da OMS. Sim, ela é real. Carissa é diretora da Organização Pan-Americana da Saúde, uma organização vinculada à OMS. Porém, se o aviso fosse oficial, certamente que ela avisaria formalmente as autoridades do Brasil e, obviamente, a grande imprensa.
E se você ainda não está convencido, porque viu a foto de uma banana com manchas vermelhas e pensa que uma imagem fala mais do que mil palavras, podemos te ajudar com uma última constatação: as manchas são causadas por fungos. Isso foi apresentado em um artigo publicado pela conceituada revista The New Yorker, que fala sobre uma doença que deteriorou milhões de bananas em 2011. As ações dos fungos causavam uma aparência de putrefação “marrom, preta ou vermelho-sangue” nas frutas.
Sendo assim, podemos concluir que esse é mais um mito inventado por brasileiros nas redes sociais.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)