quarta-feira, 25 de maio de 2016

Violência no Rio Grande do Norte - 25.05.2016

Instrutor de Auto Escola é morto a tiros em Caicó
190rn - Um crime de homicídio foi registrado por volta das 20h desta terça feira (24) nas Casas Populares no bairro Barra Nova, em Caicó. Segundo informações, o instrutor de Auto Escola PAULO CÉSAR, mais conhecido como “PAULINHO”, foi atingido com vários disparos de arma de fogo, não resistiu e veio a óbito no local.
O crime aconteceu nas proximidades da igreja e por enquanto não se tem mais informações acerca do autor ou autores do homicídio.

Boatos circulam na cidade que a mulher do “BURRINHA” preso recentemente teria gritado na rua várias vezes que ia mandar matar o “paulinho”, morto na noite de hoje, e um outro popular do bairro devido a ela achar que eles teriam entregado a quadrilha de burrinha para a Polícia.
Mulher é apedrejada pelo marido e agressor é rendido pela população
Mossoró Hoje - Crime de violência chamou a atenção da população na manhã desta terça-feira (24), no Centro de Mossoró. A senhora Maria Lucineide Rosa de Lima, de 49 anos, foi agredida à pedrada pelo marido Fábio Júnior, conhecido como “Pitoco”, nas proximidades do Mercado Central de Mossoró. O motivo, segundo populares, seria ciúmes.
Os dois são moradores de rua e estavam próximos ao “Beco das Frutas”, quando houve a discussão. Populares chegaram no local e a vítima, Maria Lucineide, estava com marca de sangue no rosto por conta da agressão. Os populares interviram na ação e e seguraram o agressor, sob o chão.
A Polícia Militar foi acionada e prendeu o suspeito em flagrante. Questionada, dona Lucineide afirmou amar o marido e não iria prestar queixa contra ele na Delegacia. Mesmo assim, o suspeito foi levado para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM). A vítima da agressão foi atendida pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). Populares informaram que a vítima já tinha sido agredida outras vezes pelo marido.
Dois homens são executados a tiros em São Paulo do Potengi
G1 RN - Dois homens foram assassinados a tiros na noite desta segunda-feira (23) em São Paulo do Potengi, cidade do Agreste potiguar. De acordo com a Polícia Militar, as vítimas estavam em casa quando criminosos invadiram a residência. Até o momento ninguém foi preso.
O duplo homicídio aconteceu no bairro Monsenhor Expedito. Segundo o soldado Gabriel Plácido, do 3º Pelotão da PM em São Paulo do Potengi, Luiz Antônio do Nascimento e Matheus André Xavier estavam dentro de casa quando criminosos encapuzados invadiram a residência e atiraram. Luiz morreu no local. Matheus tentou fugir, mas foi executado no meio da rua.A polícia fez buscas, mas ninguém foi preso.
Presos ordenavam mortes, tráfico e explosões a caixas no RN
G1 RN - Cinco presos, apontados pela polícia como líderes de uma facção criminosa, foram transferidos da Cadeia Pública de Caraúbas, na região Oeste potiguar, para outras unidades penitenciárias do estado. Segundo o delegado Erick Gomes, os presos ordenavam assassinatos, assaltos a estabelecimentos comerciais, explosões a caixas eletrônicos e comandavam um esquema de tráfico de drogas de dentro da prisão. "Tudo por meio do uso de telefones celulares, principalmente via aplicativos de redes sociais, como o WhatsApp".
As transferências, ainda de acordo com o delegado, são resultado da operação denominada 'Nocaute', realizada no início da manhã desta quarta-feira (25) dentro da cadeia. Buscas nas celas da unidade apreenderam 48 aparelhos celulares, 30 facas artesanais, pequenas porções de drogas e três baldes com bebida destilada, além de acessórios, como carregadores e fones de ouvido.
As revistas foram realizadas por agentes penitenciários do Grupo de Operações Especiais (GOE), unidade de elite da Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), policiais militares e policiais civis.
“Os telefones e o conteúdo de mensagens passarão por uma perícia e serão analisados. Isso é uma outra fase da operação, que agora entra numa fase de investigação mais aprofundada”, acrescentou o delegado.
Ainda de acordo com Erick Gomes, os presos apontados como líderes da facção foram identificados como Francisco Evanaldo Gomes da Silva, també, chamado de 'Bode', Ilzimar Igídio de Souza, o 'Pio', Acleilso Melquíades de Oliveira, o 'Paulista', José Fernandes da Silva, o 'Dedé do Fogo', e Régis Wagner Alves de Lima, apelidado de 'Boy Regí'.
Por questão de segurança, o destino dos presos transferidos não foi revelado.
Secretário de Justiça do RN, Wallber Virgolino revelou que as revistas no presídio começaram ainda na tarde desta terça (24). Na ocasião, cinco telefones foram encontrados. “Todos serão repassados à Polícia Civil, que analisará os telefones no sentido de subsidiar as investigações”.