Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Polícia Civil realiza terceira fase da Operação Aracê

190rn - A Delegacia de Polícia Civil de São José do Mipibu deflagrou, na manhã desta terça-feira (10), a terceira fase da Operação Aracê e prendeu oito suspeitos que são envolvidos na prática de crimes como homicídios, roubos, estupros e tráfico de drogas na região. Durante a Operação, que contou com o trabalho de 40 policiais civis, foram cumpridos mandados de prisão, busca e apreensão nas residências dos suspeitos.
“O total de prisões, já efetuadas pela Operação, chega a 44. Na primeira fase da Operação, que aconteceu no dia 02 de junho de 2015, prendemos 17 suspeitos. No dia 25 de setembro, durante a segunda fase, foram detidas 19 pessoas. Além das prisões, a Polícia Civil apreendeu na Operação armas, munições e drogas”, detalhou o delegado Marcos Geriz, titular da DP de São José do Mipibu.
Foram detidos nesta terceira fase Cícero Francisco de Lima; Ericles Kennedy; Leandro Clemente de Oliveira, 20 anos; Henrique Francisco da Silva, 32 anos; José Paulo Simplicio; José Francisco da Silva, 42 anos; João Francisco do Nascimento, 45 anos e Pedro Paulo da Silva, 35 anos.
Presos – Cícero Francisco é acusado de ter matado a ex-companheira que estava grávida e de ter abandonado o corpo da vítima em uma estrada carroçável; Ericles Kennedy, conhecido por Nego, é acusado de ter estuprado uma mulher e de ter roubado objetos da mesma. O suspeito invadiu a residência da mesma, na comunidade de Arenã, onde também estava um filho especial da vítima; Leandro Clemente confessou à Polícia Civil que cometeu um homicídio, em 31 de dezembro de 2015, na localidade de Areia Branca.
Henrique Francisco é acusado de ter praticado um homicídio e tentativas de homicídios contra dois irmãos, em Laranjeiras dos Cosmes; José Paulo Simplicio é acusado de abusar sexualmente de uma enteada. Os crimes contra a vítima começaram quando ela tinha apenas 10 anos; João Francisco do Nascimento é acusado por ser autor de um estupro e de ter roubado objetos da vítima; José Francisco da Silva, conhecido como Camaleão e Pedro Paulo da Silva, vulgo Roncoio são acusados pela prática de vários arrombamentos ocorridos nas comunidades de Laranjeiras dos Cosmes e Passagem dos Cavalos.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)