Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Não caia no golpe: WhatsApp Gold não existe

Olhar Digital - Não são poucos os golpes que circulam no WhatsApp, e o aplicativo recentemente ganhou mais um. Desta vez, trata-se de um "convite" para acessar uma suposta versão "Gold" ou "Golden" do aplicativo, que só seria acessível para celebridades.
O convite promete que a versão especial do WhatsApp tem recursos exclusivos. Alguns deles seriam chamadas de vídeo, a possibilidade de enviar até 100 imagens de uma só vez e uma função para deletar mensagens mesmo depois de tê-las enviado, segundo o Metro.
A mensagem, obviamente, também traz um link por meio do qual seria possível baixar essa versão premium do WhatsApp. No entanto, essa versão não existe. O link, na verdade, leva para um site que baixa malware - arquivos nocivos - para o smartphone da vítima. Por meio desses arquivos, hackers conseguem espiar sua navegação e roubar seus dados.
De acordo com o Metro, o texto da mensagem começa com: "Hey Finally Secret Whatsapp golden version has been leaked, This version is used only by big celebrities. Now we can use it too". Por enquanto ele só foi encontrado em dispositivos Android.
Se você receber alguma mensagem desse tipo, exclua-a imediatamente e NÃO CLIQUE NO LINK. Vale a pena também avisar, por outro meio, a pessoa que lhe enviou a mensagem, para que ela saiba que o aparelho dela está distribuindo malware.
O que fazer se você for infectado?
Caso você já tenha clicado no link, é possível remover os arquivos nocivos do aparelho. Para isso, é necessário desligar o dispositivo e neiniciá-lo em modo de segurança - um procedimento que é diferente para cada modelo de smartphone.
Ao reiniciar o celular em modo de segurança, utilize o gerenciador de dispositivos para encontrar o aplicativo nocivo e removê-lo. O meio mais fácil de identificá-lo é pela data de instalação (que será a mesma data em que você clicou no link). Após remover o malware, reinicie o dispositivo normalmente para verificar se o procedimento deu certo.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)