quarta-feira, 25 de maio de 2016

Gastos de Dilma com cartão assombram e atingem R$ 747,6 milhões somente em 2014

Jornal da Cidade  - Absoluta malversação do dinheiro público é o que se depara numa rápida análise sobre os gastos diretos da Presidência da República durante as duas gestões de Dilma Rousseff.
Os resultados assombrosos são alvo de um minucioso ‘pente fino’ que vem sendo realizado pela Secretaria de Governo.
Entretanto, a maneira perdulária como vinha sendo tratado o dinheiro público, se alastra por quase todos os setores da administração pública durante as gestões petista.
De qualquer forma, os gastos diretos da presidente, através do ‘cartão corporativo’ saltam aos olhos. Uma pequena demonstração, prende-se ao que foi gasto nesse quesito em 2014, ano eleitoral, R$ 747,6 milhões.
Fica claramente demonstrado a maneira criminosa como a presidente Dilma Rousseff lidava com os seus gastos diretos e de cunho eminentemente pessoais, derrubando a enfadonha argumentação de que se trata de uma ‘mulher honrada’, sem nada que macule a sua trajetória no exercício do cargo.
Malversação do dinheiro público é crime.