sexta-feira, 20 de maio de 2016

Evangelho do Dia/Santo do Dia

20 de maio de 2016 – CNBB
1ª Leitura - Tg 5,9-12
Eis que o juiz está às portas.
Leitura da Carta de São Tiago 5,9-12
9Irmãos, não vos queixeis uns dos outros,para que não sejais julgados.
Eis que o juiz está às portas.
10Irmãos, tomai por modelo de sofrimento e firmeza os profetas, que falaram em nome do Senhor.
11Reparai que consideramos como bem-aventurados os que perseveraram. Ouvistes falar da perseverança de Jó e conheceis o êxito que o Senhor lhe deu - pois o Senhor é rico em misericórdia e compassivo.
12Sobretudo, meus irmãos, não jureis, nem pelo céu, nem pela terra, nem por qualquer outro forma de juramento. Antes, que o vosso sim seja sim, e o vosso não, não. Então não estareis sujeitos a julgamento.
Palavra do Senhor.
Salmo - Sl 102, 1-2. 3-4. 8-9. 11-12 (R. 8a)
R. O Senhor é indulgente, é favorável.
1Bendize, ó minha alma, ao Senhor, *e todo o meu ser, seu santo nome!
2Bendize, ó minha alma, ao Senhor, *não te esqueças de nenhum de seus favores!R.
3Pois ele te perdoa toda culpa, *e cura toda a tua enfermidade;
4da sepultura ele salva a tua vida *e te cerca de carinho e compaixão.R.
8O Senhor é indulgente, é favorável, *é paciente, é bondoso e compassivo.
9Não fica sempre repetindo as suas queixas, *nem guarda eternamente o seu rancor.R.
11Quanto os céus por sobre a terra se elevam, *tanto é grande o seu amor aos que o temem;
12quanto dista o nascente do poente, *tanto afasta para longe nossos crimes.R.
Evangelho - Mc 10,1-12
O que Deus uniu, o homem não separe!
+ Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 10,1-12
Naquele tempo:
1Jesus foi para o território da Judéia,do outro lado do rio Jordão. As multidões se reuniram de novo, em torno de Jesus. E ele, como de costume, as ensinava.
2Alguns fariseus se aproximaram de Jesus. Para pô-lo à prova, perguntaram se era permitido ao homem divorciar-se de sua mulher.
3Jesus perguntou: 'O que Moisés vos ordenou?'
4Os fariseus responderam: 'Moisés permitiu escrever uma certidão de divórcio e despedi-la'.
5Jesus então disse: 'Foi por causa da dureza do vosso coração que Moisés vos escreveu este mandamento.
6No entanto, desde o começo da criação, Deus os fez homem e mulher.
7Por isso, o homem deixará seu pai e sua mãe e os dois serão uma só carne.
8Assim, já não são dois, mas uma só carne.
9Portanto, o que Deus uniu, o homem não separe!'
10Em casa, os discípulos fizeram, novamente, perguntas sobre o mesmo assunto.
11Jesus respondeu: 'Quem se divorciar de sua mulher e casar com outra, cometerá adultério contra a primeira.
12E se a mulher se divorciar de seu marido e casar com outro, cometerá adultério.'
Palavra da Salvação.
Reflexão - Mc 10, 1-12
A nossa vida é condicionada por leis que os homens fizeram, às quais nós devemos nos submeter para viver na legalidade. Porém, devemos ter consciência do fato de que, nem tudo o que é legal, é justo, no sentido pleno da palavra. Podemos citar alguns exemplos como a questão dos juros: é legal para o banco pagar menos de 1% ao mês para cadernetas de poupança e cobrar mais de 10% ao mês por empréstimos que realiza. É legal na sociedade brasileira o divórcio que, perante os olhos de Deus, não conduz o homem à justiça, mas sim ao pecado e à morte, pois desrespeita compromissos e direitos de cônjuges, filhos, da comunidade eclesial e da própria sociedade.
SANTO DO DIA
São Bernardino de Sena, homem zeloso
Um homem zeloso, liderou o movimento da observância em prol de uma vivência radical do carisma franciscano
Nasceu em Massa Marítima, na Toscana, Itália, no ano de 1380. Muito cedo, infelizmente, perdeu seus pais; mas, por outro lado, a Providência Santíssima agiu na sua formação através de tias cristãs fervorosas. Tanto que oraram, testemunharam, foram canais da Providência Divina para a vida de São Bernardino.
Numa vida de oração e penitência, ele discerniu seu chamado a uma vida consagrada, entrando para a família franciscana na Ordem dos Frades Menores. Ali, tornou-se sacerdote.
São Bernardino possuía muitas qualidades; muitas delas, sobrenaturais. Muitos dons, dentre eles, o carisma da pregação. Um homem zeloso, liderou o movimento da observância em prol de uma vivência radical do carisma franciscano. Quantas pessoas, na Itália, conheceram esse santo por causa da eficácia do nome de Jesus!
Grande devoto; tanto que nas leituras do ofício de hoje, encontramos um texto tirado de um de seus sermões: “O nome de Jesus é a luz dos pregadores, porque ilumina, com o seu esplendor, os que anunciam e os que ouvem a Sua Palavra. Por que razão a luz da fé se difundiu no mundo inteiro tão rápida e ardentemente, senão porque foi pregado este nome?”. Um grande pregador, ele reconhecia que tudo era graça na sua vida. Muitos puderam conhecer, através dos lábios desse pregador, o amor de Deus. Ele se expressou, revelou-se plenamente em Cristo Jesus na força do seu Espírito.
São Bernardino, como todos os santos e santas da Igreja de todos os tempos, foi conduzido pelo Espírito Santo. Centrado no mistério da Eucaristia, devotíssimo da Santíssima Virgem, ele se consumiu ao serviço da Palavra e do povo de Deus. No ano de 1444, ele partiu para o céu e intercede por nós para que sejamos todos servos da Palavra para glória e de Jesus.
São Bernardino de Sena, rogai por nós!