Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Em vídeo, Silas Malafaia diz que afastamento de Cunha pelo STF é uma ‘vergonha’

Extra - Em vídeo publicado em suas redes sociais, o pastor Silas Malafaia, líder da igreja evangélica Assembleia de Deus Vitória em Cristo, criticou o afastamento de Eduardo Cunha do mandato de deputado federal, determinado pelo ministro do STF Teori Zavascki.
Na gravação, Malafaia pontua que apoiou, sim, Cunha para o cargo de presidente da Câmara. Segundo o pastor, à época o deputado não tinha contra si nenhuma acusação. "Foi para derrotar o PT. Desde que começaram as denúncias contra ele, sempre fui a favor do afastamento de Dilma, Renan e Cunha pelo viés legal", diz Malafaia.
No registro, Malafaia critica de forma incisiva a decisão de Teori, chamando de “canetada” o pedido de afastamento do peemedebista. “Uma afronta! A Constituição tem que ser respeitada. Nunca vimos isso na História. É uma vergonha, quero deixar aqui meu protesto”, esbraveja Malafaia.
A primeira citação na Lava Jato
Apesar da fala de Malafaia (sobre seu apoio ter sido dado enquanto Cunha não estava envolvido em denúncias de corrupção), a linha do tempo da Operação Lava Jato contradiz o pastor.
Em janeiro de 2015, Cunha foi citado nas investigações pelo policial federal Jayme Alves de Oliveira Filho, o Careca. De acordo com depoimento dado pelo policial, o deputado do PMDB teria sido beneficiado diretamente pelo esquema de corrupção instalado na Petrobras. Careca, inclusive, afirmou ter entregue dinheiro do Petrolão na casa de Cunha, no Rio de Janeiro.
No mês seguinte, já com a citação incluída nos arquivos da Lava Jato, o peemedebista foi eleito presidente da Câmara. Com o apoio de Malafaia...

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)