Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Comparsas suspeitos de tentativa de homicídio são presos em Pedro Velho

AgoraRN - José Hermínio Filho, conhecido por “Pipo” e João Paulo Martins dos Santos, vulgo “João Orelha”, foram presos pela equipe da  Delegacia de Polícia Civil de Pedro Velho, na manhã desta segunda-feira (16), em cumprimento a mandados de prisão preventiva. Eles são suspeitos de terem tentado matar Marival Jorge de Carvalho, 48 anos, no dia 29 de março deste ano. O mandante do crime Rodrigo Santos de Melo, vulgo “Rodrigo do Arrocha”, foi preso em flagrante, à época do crime.
As investigações revelaram que “Rodrigo do Arrocha” teria contratado “Pipo” e “João Orelha”, pela quantia de R$ 400,00, para matar Marival. Rodrigo tomou emprestado R$ 80 mil a Marival e decidiu não pagar a dívida. O mandante do crime iria usar o dinheiro na reforma do seu clube “Arrocha”, localizado no centro de Pedro Velho, e para não pagar o valor devido decidiu matar Marival.
No dia do crime, Rodrigo ligou para Marival às 23:50h e combinou o encontro, alegando que queria fazer o pagamento de uma parte da dívida. No local combinado, a vítima foi surpreendida pelos criminosos que o renderam, levaram para um matagal e com o uso de uma faca peixeira, tentaram degolar Marival com um corte profundo no pescoço.  Como os suspeitos acreditavam que a vítima estava morta, colocaram Marival na mala do seu próprio carro e atearam fogo no veículo. “João Orelha” foi o responsável em cortar o pescoço da vítima e “Pipo”, o homem que dirigiu o carro da vítima até o matagal.
Apesar disto, Marival conseguiu sair do veículo antes do fogo se alastrar. Como os suspeitos ainda estavam no local, desferiram vários golpes com o extintor do carro na cabeça da vítima que acabou desmaiando. No dia seguinte ao crime, alguns agricultores encontraram Marival e ele conseguiu afirmar que “Rodrigo do Arrocha” era o mandante, o qual foi preso em flagrante.
Os suspeitos – “Pipo” foi preso em março de 2013, na operação Muralha, acusado de participar de um grupo de extermínio em Pedro Velho. “João Orelha” responde a um processo por violência doméstica. A Polícia Civil não descarta a possibilidade de outras pessoas terem participado do crime.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)