Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

País afunda e 10,4 milhões de pessoas já estão desempregadas

Correio Braziliense - Taxa de desocupação vai a 10,2%, a maior da série histórica do IBGE. Rendimento real recua 3,9% em um ano. Para especialistas, mercado de trabalho ainda vai piorar muito, devido à indefinição política. Não há confiança entre empresários e famílias
Com o país à deriva, sem saber qual será o desenlace do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff, o desemprego avança a passos largos. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), a taxa de desocupação medida pela Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio Contínua (Pnad Contínua) atingiu, no trimestre terminado em fevereiro, 10,2%, o pior resultado da série histórica iniciada em 2012. Já são 10,4 milhões os brasileiros sem trabalho, evidenciado o quadro mais cruel da recessão. Na opinião dos analistas, quanto mais o Senado demorar para decidir se afasta ou não Dilma, transferindo o poder ao vice Michel Temer, mais a economia afundará e maior será o número de demissões.
Num espaço de um ano, o exército de desocupados aumentou 40,1%. Não por acaso, o Brasil lidera hoje no mundo o total de demissões, conforme levantamento da Organização Internacional do Trabalho (OIT). O que mais assusta os especialistas é que o país está vivendo um quadro inédito: tem uma presidente ameaçada de afastamento, que não desfruta da menor credibilidade junto aos agentes econômicos, e há um possível sucessor que já monta sua equipe mas nada pode fazer para tirar o país do atoleiro. Quem paga a conta desse imbróglio, no fim das contas, são os trabalhadores.
Pelos cálculos do IBGE, a renda também está desabando. O salário médio dos trabalhadores, em fevereiro, foi de apenas R$ 1.934. Em um ano, a perda real (descontada a inflação) chega a 3,9%. A massa de rendimento real habitualmente recebida pelas pessoas ocupadas também está em queda livre. Apontou redução de 2% em relação ao trimestre de setembro a novembro de 2015 e diminuição de 4,7% frente ao mesmo trimestre do ano anterior. Já a população ocupada, de 91,1 milhões, cedeu 1,1% ante setembro a novembro de 2015 — menos 1 milhão de pessoas.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)