terça-feira, 12 de abril de 2016

Lutador português morre 48h após enfrentar atleta do time de McGregor

SPORTV GLOBO - O mundo do MMA está de luto. O meio-médio João "Rafeiro" Carvalho, que estava internado desde o dia 9 de abril, em Dublin, em virtude dos golpes sofridos na cabeça na derrota por nocaute técnico para Charlie Ward no evento "TEF - Total Extreme Fighting", faleceu no Beaumont Hospital na última segunda-feira. A informação é do site do jornal "Independent", da Irlanda. Oficialmente, a morte de João Carvalho é a quinta ocorrida em um evento de MMA profissional e regulamentado - os outras foram Sam Vasquez, Michael Kirkham, Tyrone Mims e Booto Guylain. Carvalho fazia sua terceira luta como profissional - tinha um cartel de uma vitória e uma derrota em sua carreira (clique no link acima para ver o momento do nocaute).
Companheiro de equipe de Conor McGregor na SBG Team, o também irlandês Charlie Ward - que tinha em seu córner o técnico John Kavanagh - venceu a luta aplicando diversos golpes na cabeça de Carvalho, que tentava se proteger sob o olhar do árbitro, que segundo o próprio McGregor, teria demorado a interromper o combate.
Em entrevista ao site "SevereMMA.com", Katarzyna Michlic, dona da Eventmed, empresa que prestou atendimento ao lutador, Carvalho estava "caminhando, falando e sorrindo" normalmente após a luta, mas como seu estado piorou rapidamente em seguida, foi levado para o hospital.
- Os médicos o examinaram entre cada round, e ele sempre respondeu positivamente aos exames. Carvalho deu respostas a todas as perguntas dos médicos, como se ele sabia onde estava, em que round a luta estava e que dia da semana era aquele. Suas respostas foram perfeitas. Quando o ártbitro interrompeu a luta, no terceiro round, nossa equipe de médicos assumiu os cuidados, e percebemos que ele estava sangrando abundantemente pelo nariz. Perguntamos se ele sentia alguma dor no corpo ou na cabeça assim que acabou a luta, e ele disse que não, apenas relatando que se sentia muito cansado. Dez minutos depois, no entanto, ele começou a reclamar de dores de cabeça, sentiu muitas náuseas e começou a vomitar. Seu estado piorou muito nos cinco minutos seguintes, e por isso o colocamos na ambulância e ligamos para o hospital para avisar sobre seu estado e prepará-los para a chegada.
CEO do evento, o português César Silva lamentou a morte do seu compatriota:
- Nossas mais sinceras condolências à família de João Carvalho, bem como aos seus companheiros de equipe. Nossos pensamentos e preces estão com eles. Queremos agradecer a todos os fãs do esporte por sua preocupação e apoio. Daremos todo o apoio que pudermos à família de João. Estivemos em contato com eles, que pediram compreensão e privacidade neste momento tão difícil.
John Kavanagh, técnico de Ward e da equipe SBG, também se pronunciou em suas redes sociais.
- É com o coração partido que lamentamos a morte do lutador português João Carvalho. No sábado, dia 9 de abril, ele teve problemas médicos após sofrer um nocaute técnico no terceiro round no evento Total Extreme Fighting (TEF), que aconteceu no National Stadium, em Dublin. A IAPA (Irish Amateur Pankration Association) está trabalhando sem descanso para colher fator e avaliar todas as circunstâncias e procedimentos do evento, e colaboraremos com quaisquer investigações que sejam necessárias. Nossas condolências e pensamentos estão com a família e os amigos de João, e pedimos que seja respeitada sua privacidade.
Leia a nota postada na página da equipe portuguesa no Facebook:
A Nóbrega Team vem desta forma confirmar o falecimento do seu atleta, João Carvalho, que ocorreu ontem à noite no Hospital Beaumont, em Dublin, pelas 21:35 horas. É com grande consternação e tristeza que escrevemos estas palavras, informando que o óbito do atleta João Carvalho aconteceu depois de 48 horas em estado crítico.
Durante o evento TEF-MMA, que decorreu no sábado, no National Boxing Stadium em Dublin, onde foram cumpridas todas as regras de segurança, e após um combate onde a arbitragem seguiu todos os procedimentos corretos e habituais, o atleta João "Rafeiro" Carvalho sentiu-se mal, cerca de 20 minutos depois do final do combate.
Ainda no local foi imediatamente assistido pela equipe médica presente, sendo depois transportado rapidamente para o Hospital Beaumont, onde foi submetido a uma intervenção cirúrgica cerebral, após a qual o atleta permaneceu em estado crítico durante as 48 horas seguintes, acabando por falecer nesta segunda-feira as 21:35 horas.
Apesar do permanente acompanhamento médico que teve por parte da organização do evento e do hospital irlandês, a quem agradecemos todo o apoio prestado nestes momentos difíceis, e embora sejam conhecidos os riscos deste esporte, o falecimento de João Carvalho no meu ponto de vista profissional foi uma enorme infelicidade, que deixa profundamente tristes e consternados, tanto a sua família, como toda a equipe Nóbrega Team, que sempre acompanharam o João Carvalho ao longo da sua carreira, em que ele se vinha destacando a nível nacional e internacional.
É, pois, com muito pesar que apresentamos as nossas sinceras condolências à família e a toda a equipa Nóbrega Team.
Vitor Nóbrega