sexta-feira, 29 de abril de 2016

Justiça determina que governo faça o transporte de órgãos que serão transplantados

R7 - Com caráter máximo de urgência, a Justiça Federal do Distrito Federal decidiu que o Governo deve disponibilizar, sempre que for preciso, sua frota de aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira) para transportar órgãos que serão transplantados. A decisão partiu do Ministério Público Federal depois da repercussão da morte do garoto Gabriel, de 12 anos, que perdeu um transplante de coração por falta de transporte.
Sempre que a Central Nacional de Transplantes requisitar o transporte, a União deverá arcar com todos os custos e disponibilizar seus veículos, como aeronaves e ambulâncias. Caso o transporte da FAB esteja indisponível, o governo é obrigado a solicitar outros órgãos para realizar o trajeto, a proposta é que não haja nenhuma perda
Segundo o Dr. Lima, Coordenador da Comissão de Remoção de Órgãos da ABTO (Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos) e idealizador do projeto "Setembro Verde", um dos maiores apoiadores da causa, esta decisão é uma vitória para a vida.
— Este processo terá um caráter nacional e será de extrema importância. Em São Paulo, quando não há disponibilidade da Força Aérea Brasileira, a Secretaria da Saúde nos dá este suporte para não perdermos nenhuma vida.