Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Brigas entre torcidas deixam pessoa morta em SP, segundo Polícia Militar

Torcedores de Corinthians e Palmeiras, que se enfrentam neste domingo no Pacaembu, entraram em conflito em pelo menos três pontos da Grande São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, o caso mais grave ocorreu na estação São Miguel Paulista da CPTM, onde um homem que não estava envolvido na confusão morreu baleado. Um vídeo (veja acima) divulgado por um usuário do metrô mostrou momentos de um confronto na estação Brás, com direito a pânico após o barulhos de disparos.
A morte foi confirmada ao UOL Esporte pelo Coronel Luiz Gonzaga, responsável pelas operações de segurança do clássico deste domingo. Segundo ele, três pessoas foram detidas e encaminhadas ao 63º DP da cidade, na Vila Jacuí. O oficial informou que a vítima ainda não foi identificada. Policiais que estavam no local relataram que a vítima estava sem documentação no momento da morte.
Além do conflito em São Miguel Paulista, a estação Brás do metrô e o bairro Jardim São Francisco, em Guarulhos, também tiveram confrontos entre palmeirenses e corintianos.
Um vídeo divulgado por um usuário do metrô mostrou o momento em que tiros são disparados na estação Brás do metrô, gerando correria e confusão em uma das plataformas. Segundo a rádio BandNews, a linha 3-vermelha do metrô chegou a ser paralisada e agora opera em velocidade reduzida em decorrência dos confrontos.
Imagens publicadas em redes sociais mostraram vagões do metrô depredados. Não há, no entanto, informação de vítimas fatais. Em Guarulhos, mais de 20 pessoas foram detidas, segundo a Polícia Militar informou ao UOL Esporte, e alguns envolvidos ficaram feridos - não há informações sobre a gravidade. 

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)