sexta-feira, 11 de março de 2016

Suspeito teria usado clorofórmio para afogar e atear fogo na estudante

Correio Braziliense - Há indícios que a motivação do crime teria sido a recusa de Louise em se envolver com o suspeito. Ele não teria aceitado a rejeição e teria reagido violentamente.
O estudante de biologia da Universidade de Brasília (UnB) Vinícius Neres usou uma bacia de clorofórmio para matar a colega de curso, Louise Maria da Silva Ribeiro, 20 anos. Segundo informações divulgadas por policiais militares, após deixar a jovem inconsciente, ele a afogou no produto químico, que também foi usado para atear fogo nela.
Há indícios que a motivação do crime teria sido a recusa de Louise em se envolver com o suspeito. Ele não teria aceitado a rejeição e reagido violentamente. A jovem foi morta no laboratório de química da universidade. Posteriormente, ele colocou o corpo em um carro de carregar vidros e a levou para fora. O corpo da menina foi abandonado em um matagal.
O próprio Vinícius mostrou o local para a PM. Louise estava desaparecida desde a noite de quinta-feira (10/3). Ela foi vista pela última vez por amigos da UnB, por volta do meio-dia de ontem, quando seguia para o estágio no Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama), na L4 Norte.
Segundo familiares, ela chegou a entrar em contato por volta das 20h, por telefone, dizendo que iria a uma pizzaria na 404 Sul e depois não deu mais notícias. Após ligar para a família, a jovem teria recebido um telefonema de Vinícius, dizendo que ia se matar e que só ela poderia evitar.