Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Presa dá à luz dentro de cela em complexo penal de Natal

G1 RN - Uma criança nasceu na manhã desta segunda-feira (21) dentro da ala feminina do Complexo Penal Dr. João Chaves, na Zona Norte de Natal. A mãe, que ainda não decidiu como vai chamar a menina, gosta de Vitória. Helena Juciara Terto de Paiva, de 24 anos, e a filha passam bem. Depois do parto, ambas foram levadas para hospital Santa Catarina, onde aguardam alta médica. A menina é o quarto filho de Helena.
Helena cumpre pena na João Chaves faz duas semanas. De acordo com o Tribunal de Justiça, ela foi condenada por tráfico de drogas, porte de arma de fogo e desacato em 2014. Em junho do ano passado foi beneficiada com o semiaberto, mas deixou de se apresentar conforme exigido e acabou retornando ao regime fechado.
Segundo a Secretaria de Justiça e Cidadania (Sejuc), a presa começou a sentir as dores do parto por volta das 7h30. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência foi acionada, mas alegou que não atenderia a mulher porque não presta socorro em locais fechados. Uma outra equipe médica, da própria Sejuc, foi mandada ao presídio, mas quando chegou ao local a bebezinha já havia nascido.
Pascoaliana de Souza Alves, diretora da unidade, contou que foram as companheiras de cela de Helena quem a ajudaram a dar a luz. “Uma presa, chamada Célia Lins, viu a cabeça da bebê já aparecendo e não teve outra alternativa senão atuar como parteira”, relatou. Ainda de acordo com a diretora, a ala feminina possui 114 presas.
Com o nascimento da menina, o juiz Henrique Baltazar dos Santos, titular da Vara de Execuções de Natal, concedeu prisão domiciliar para Helena. “Assim que receber alta médica, vai ficar em casa com a filha. Vamos instalar uma tornozeleira eletrônica para que ela seja monitorada. Depois do período de resguardo, ela volta para o presídio com a bebê, que precisa continuar a ser amamentada”, acrescentou o magistrado.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)