terça-feira, 22 de março de 2016

Noite de Sangue: Quatro pessoas são executadas e duas ficam feridas em Mossoró

A cidade de Mossoró, viveu nesta segunda-feira (21) uma das noites mais terríveis dias no senário policial do estado do Rio Grande do Norte.
Quatro execuções em série e duas tentativas de homicídios, que podem ter sido motivadas pela guerra entre torcidas organizadas naquela cidade, causaram medo na população mossoroense.
O primeiro crime foi registrado no bairro Ouro Negro, quando um jovem estava na esquina de casa e foi surpreendido por dois homens em uma motocicleta, que chegaram no local, atirando contra a vítima identificada como Clayton Borges Machado, de 29 anos, que não resistiu e morreu na calçada da residência onde morava.
No bairro Belo Horizonte, José Gonçalves dos Santos Filho, foi  alvejado por vários disparos de arma de fogo, sendo socorrido à uma unidade hospitalar mas não resistiu aos ferimentos. A Esposa da vítima também foi baleada, mas não corre risco de morte.
Já no bairro Malvinas, um homem identificado como Weverton Mezoni Vieira da Silva, de 31 anos, foi executado foi executado quando transitava em um veículo tipo Polo de cor verde. Ele foi surpreendido por homens não identificados que dispararam várias vezes contra o carro e atingiram a vítima, que ainda foi socorrida a UPA de São Manoel, mas não resistiu aos ferimentos.
Por volta das 22:30h da noite desta segunda-feira, Vinícius Carlos Jales, de 18 anos foi assassinado, quando trafegava de bicicleta com, juntamente com a esposa naquele bairro. Eles foram surpreendidos por vários homens armados, que atiraram contra o casal. Os dois foram baleados e socorridos para uma unidade hospitalar, mas o Vinícius Não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital.
No início do dias duas pessoas já haviam sido mortas na cidade, sendo que estas quatro mortes podem ter sido motivadas pela briga de torcidas organizadas, que vem preocupando as autoridades na cidade de Mossoró. Os crimes serão investigados pela Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa, que estiveram nos locais dos crimes e colheram as informações preliminares que ajudaram nas investigações. (190rn).