Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

MPF faz nova denúncia contra o ex-prefeito de Ielmo Marinho, RN

G1 RN - O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) apresentou uma nova denúncia contra o ex-prefeito de Ielmo Marinho, Bruno Patriota, por se negar a prestar esclarecimentos ao órgão. Bruno foi afastado do cargo após ser denunciado pelo Ministério Público Estadual durante a operação 'Resistência', deflagrada no dia 18 de setembro, quando foi  filmado pagando propina para mudar o depoimento de uma testemunha de um processo administrativo que corria contra ele na câmara da cidade localizada na região Metropolitana de Natal. Patriota já havia sido processado pelo mesmo motivo em dezembro do ano passado.
Segundo o MPF, esta nova denúncia foi motivada pela negativa do ex-prefeito em prestar esclarecimentos sobre recursos federais destinados à distribuição de filtros de polipropileno e ainda informações sobre o ex-secretário Municipal de Saúde, investigado por suposta ocupação irregular de cargos.


Ainda de acordo com o MPF, os recursos para os filtros foram repassados pelo Ministério da Integração Nacional. Em julho de 2014, um ofício foi enviado ao então prefeito questionando a não prestação de contas, no entanto o documento foi devolvido pelos Correios após ser recusado pelo ex-prefeito.
Outro procedimento que tramita no MPF investiga se o ex-secretário de Saúde de Ielmo Marinho, que de acordo com o órgão, possuía vínculos irregulares com a Prefeitura local e com o Conselho Regional de Farmácia e as secretarias de Saúde de São Paulo do Potengi e São Pedro.

Segundo o MPF, dois ofícios foram expedidos em março e agosto de 2015 pedindo esclarecimentos sobre o secretário e outro em novembro do mesmo ano sobre o filtro, não tendo resposta do ex-prefeito. Ainda de acordo com o MPF, em novembro de 2015 o ex-prefeito foi notificado pela última vez sobre as investigações em curso e o crime pelo qual poderia ser denunciado caso não enviasse as informações. Memso assim o ex-prefeito não teria enviado as informações.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)