segunda-feira, 28 de março de 2016

Menina foi morta com "facãozada" na cabeça, aponta perícia

Mossoró Hoje - A adolescente Iridenia Moura da Silva, de 13 anos, encontrada morta com sinais de violência na manhã desta segunda-feira (28), em Areia Branca, foi vítima de um golpe de facão na cabeça. A constatação foi dada pelo perito criminal do Instituto Técnico Científico de Polícia (ITEP) de Mossoró, Renildo Marcelino.
Segundo o perito criminal, a menor provavelmente foi morta no local. No corpo não foi possível identificar outro tipo de violência.
A vítima foi encontrada no Conjunto Santa Amália, na praia de Upanema, em Areia Branca. A menina foi encontrada por um morador que acionou a Polícia Militar.
No início da manhã, Capitão Andrelino informou ao jornal que a menina apresenta uma marca de violência na área da cabeça. Mas, não era possível afirmar se tinha sido de arma de fogo ou faca, por exemplo.
Equipe do Instituto Técnico-Científico do RN (ITEP/RN) foi ao local e fez o recolhimento do corpo.
De acordo com o delegado Evandro Santos, titular da Delegacia de Polícia Civil de Areia Branca, uma tia da jovem foi a delegacia durante a manhã para buscar o documento necessário para em seguida ir ao Itep, em Mossoró, e liberar o corpo.
Capitão Andrelino revelou que o namorado da adolescente é envolvido com tráfico de drogas, mas não há confirmação de ligação entre ele e o crime.
O caso será investigado em inquérito policial conduzido pelo delegado Evandro Santos, de Areia Branca. Inicialmente ele tem 30 dias para concluir a investigação e indiciar suspeitos.