Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Manifestantes ligados ao PT protestam contra a Rede Globo e filha de LULA estira o dedo para equipe do Estadão

Cerca de 150 pessoas realizaram neste domingo (6) um protesto em frente à sede da Rede Globo, no Jardim Botânico, zona sul do Rio.
Os participantes criticaram a cobertura jornalística da emissora e defenderam o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
O ato teve a presença de militantes do PT e do presidente estadual do partido, Washington Quaquá. Também havia bandeiras do PC do B e de centrais sindicais.
O presidente do PT fluminense acusou a Globo de perseguir Lula e criticou a condução coercitiva do ex-presidente para prestar depoimento na última sexta-feira (4).
“Acho que a Globo e setores do Judiciário cometeram um erro político ao fazerem o sequestro do Lula. Eles mexeram com o maior patrimônio brasileiro”, disse Quaquá.
O dirigente afirmou que o partido fará novos atos em defesa de reformas no Judiciário e da regulação dos meios de comunicação.
Ele também criticou o juiz Sergio Moro, responsável pelos processos da operação Lava Jato em Curitiba.
Militantes hostilizaram funcionários da Globo e chegaram a jogar ovos e pedras na sede da emissora. Os coordenadores do ato pediram que eles parassem.
De acordo com a Polícia Militar, que acompanhou o protesto, não houve registro de violência e ninguém foi detido.
O estudante de sociologia Fernando Ricardo, 23, prometeu novos protestos no próximo domingo (13), quando haverá atos em todo o país contra o governo Dilma Rousseff.
“Amanhã teremos uma reunião no partido para definir novas ações. Vamos para a rua inclusive no dia 13, em Copacabana. Quero ver quem vai nos impedir. Não vai ter golpe”, disse.
A assessoria da Rede Globo foi procurada por volta das 12h, mas ainda não se manifestou.
Na sexta (4), repórteres da emissora foram hostilizados ao cobrir protestos após o depoimento do ex-presidente Lula em São Paulo. Blog do BG

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)