quinta-feira, 17 de março de 2016

Lula: "Sou a única pessoa que poderia incendiar este país"

Em 9 de março, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pediu ajuda a Vagner Freitas, presidente da CUT, para tomar uma decisão importante - segundo a PF, Lula queria consultá-lo sobre o plano de assumir um ministério no governo Dilma. Na conversa, interceptada pela Polícia Federal, o ex-presidente fala sobre as consequências da ofensiva da PF e do Ministério Público: "Hoje eu disse para os senadores: 'Eu não quero incendiar o país!' Eu sou a única pessoa que poderia incendiar esse país... E eu não quero fazer como Nero, sabe? Não quero! Sou um homem de paz, tenho família".


Lula: Alô!
Vagner: Tudo bem?
Lula: Querido companheiro! Tudo bem?
Vagner: Tudo...
Lula: Desculpe eu não ter chegado a tempo, bicho... Para te atender...
Vagner: Eu estou a sua disposição...
Lula: Porque demorou para caralho, o avião... Quase duas horas... Uma hora só em SÃO PAULO sobrevoando por causa da chuva...
Vagner: É foda, né meu?
Lula: Deixa eu te falar uma coisa querido: Nós vamos ter a reunião amanhã, correto?
Vagner: Vamos.
Lula: Vai estar você, vai estar a GEOVANA, vai estar o RAFAEL, né?
Vagner: Isso.
Lula: Eu queria uma hora e escapar com você... Queria conversar uma meia hora com você... Sabe?
Vagner: Comigo só ou com...
Lula: Pode ser com eles "junto"... Porque eu tive muita conversa importante hoje... Muita coisa na minha cabeça...
Vagner: Eu quero te ajudar a decidir... Eu quero te ajudar a....
Lula: Muita indecisão.... Muita.... Muita compreensão do momento em que estamos vivendo... Eu quero compartilhar isso...
Vagner: Eu também queria conversar com você...
Lula: E a pessoa lá tem muita pressa, muita pressa.... Muita pressa, muita pressa, muita pressa... Tá assim uma coisa de desespero...
Vagner: Tá, legal... Mas a gente tem que pensar direitinho o que a gente vai fazer...
Lula: Eu sei, eu sei... Eu sei querido...
Vagner: Amanhã a gente foge meia "horinha" para conversar...
Lula: Tá bom, meu irmão... Tá bom... Por enquanto obrigado... Eu nem te agradeci... O ato nos bancários foi muito bom...
Vagner: (Risadas) "Tamo" junto cara, eu já falei que você não está sozinho... Você lidera um povo todo, meu... "Tamo" junto, meu!
Lula: Foi muito bom... Mas ele vão continuar com a "filha-da-putice"...
Vagner: Você viu agora aí?
Lula: Porque... O que esse cara fez agora é uma "cretinice"... Não tem nenhuma validade... Ele disse que ia fazer isso em JANEIRO. Sabe? Então, nós temos que ter paciência, querido, porque eles... Eles fizeram merda para caralho e não tem como enfiar a viola no saco...
Vagner: Pois é....
Lula: Eu preciso ficar tranquilo para não...
Vagner: Isso... Fica tranquilo...
(A ligação é interrompida e retomada na sequência)
Lula: Viu meu querido?
Vagner: Oi meu querido...
Lula: É muita tranquilidade... Eu acho que o ato "deles" de domingo não vai ser tão forte.
Vagner: Eu também acho que não...
Lula: Sabe?
Vagner: É que hoje está um dia meio conturbado para a gente, viu querido?
Lula: Por quê?
Vagner: Os advogados vieram aqui, conversaram, foram na minha casa, foram falar comigo e com a EDUARDA... Sobre a possibilidade de uma batida policial no SINDICATO, na CUT... Tá?
Lula: Mas tudo isso... É o seguinte, VAGNER... Tudo isso que foi exagero deles, termina sendo um benefício para nós.
Vagner: "Uhumm". Eu sei.
Lula: Esquema de pessoas na CUT... Não deixar a CUT sozinha... Sabe?
Vagner: Tá legal.
Lula: Acho que tem que ter um pouco de... É o seguinte: Se eles puderem acabar com o PT, acabar com a CUT e acabar comigo, eles acabam com tudo.
Vagner: Agora eles vão ter que brigar muito, hein?
Lula: Hã?
Vagner: Eles vão ter que brigar muito...
Lula: Hoje eu fiz uma reunião muito boa com 26 SENADORES, sabe? Foi boa a conversa... Agora é o seguinte: O problema é que nós precisamos montar uma equipe para trabalhar esse país. Eu estou disposto, meu caro! Eu estou disposto a percorrer o pais, dizendo o que eu penso...
Vagner: A partir de amanhã nós vamos construir isso...
Lula: Sabe? Eu estou muito à vontade, meu querido. Eu estou muito à vontade... E a conversa que eu tive com ela foi muito, muito, muito, muito, muito importante para a minha consciência, para os meus companheiros... Quero que você saiba que a cada palavra que eu disse para ela, sobre os aliados dela... Quem "é" os aliados dela.
Vagner: Ah, que legal...
Lula: Ela está fazendo proposta para o mercado que é inimigo dela. Nenhum do mercado vai votar nela. O mercado que ela tá pensando em agradar não quer reforma da previdência... Quer o fim dela...
Vagner: Isso...
Lula: Sabe? Que do lado dela, ela sabe quem é, porra...
Vagner: Isso... Sem dúvida nenhuma...
Lula: Foi muito boa!
Vagner: Você ficou feliz com a conversa com ela então?
Lula: Boa, boa, boa, boa... Mas é um pouco complicada para mim, ne? Porque eu tenho que tomar a decisão... Por esses dias... E não é uma coisa fácil para mim... Mas eu converso contigo querido!
Vagner: Beleza. Amanhã a gente conversa.
Lula: Agora é importante ter um esquema de segurança na CUT, porque pode ter vândalos que "queira" quebrar a CUT...
Vagner: Isso...
Lula: Sabe? Tem que ter um esquema...
Vagner: Maravilha...
Lula: Tá bom meu querido?
Vagner: Tá ok.
Lula: Tá bom... Um grande abraço... Eu gostei muito do ato dos bancários... Sabe?
Vagner: Bonito o ato né?
Lula: E sem falsa modéstia, na entrevista eu estava muito bem... Eu estava muito, muito...
Vagner: Você deu um show naquela entrevista...
Lula: Eu estava com muita vontade de falar...
Vagner: Você viu que foi brilhante... Você deu um show naquela entrevista... Mudou as coisas no BRASIL... Tenha força aí que a gente está no jogo... Pode ter certeza...
Lula: É isso meu querido... É isso... E hoje eu disse para os SENADORES: Eu não quero incendiar o país! Eu sou a única pessoa que poderia incendiar esse país... E eu não quero fazer como NERO, sabe? Não quero! Sou um homem de paz, tenho família...
Vagner: Isso... Isso mesmo chefia... Ok?
(A ligação é, de novo, interrompida)
Informações da Veja