segunda-feira, 7 de março de 2016

Governo do Estado reprova declarações de Crispiniano Neto

Novo Jornal - O Governo do Rio Grande do Norte lançou agora na tarde desta segunda-feira, dia 07, uma nota pública discordando das declarações feitas pelo diretor da Fundação José Augusto (FJA), Crispiniano Neto. Por meio da conta pessoal no Twitter, o gestor incitou atos de violência contra a imprensa pela cobertura dada à 24ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal na última sexta-feira (4).
De acordo com a nota, Crispiniano é responsável pelas opiniões que emite. Além disso, o Governo afirmou não compactuar com qualquer incitação à violência ou cerceamento da liberdade de imprensa.
Confira a nota na íntegra:
A respeito das declarações do jornalista Crispiniano Neto, diretor da Fundação José Augusto (FJA), em seu perfil pessoal na rede social Twitter, o Governo do Estado vem a público esclarecer que:
O posicionamento de Crispiniano Neto é pessoal e não representa, de maneira alguma, o pensamento do governo. O jornalista é responsável pelas opiniões pessoais que emite em suas redes sociais;
O Governo do Estado não concorda nem compactua com qualquer declaração que possa ser interpretada como incitamento à violência, assim como agressão ou insinuação relacionada ao cerceamento do trabalho da imprensa;
Estão sendo tomadas as providências para que, no protesto previsto para o dia 13 de março, seja garantida a presença policial e consequentemente, a segurança dos manifestantes e de todas as pessoas envolvidas neste ato democrático, incluindo a imprensa;
Expostas as considerações acima, o Governo do Estado convoca a todos, nesse momento de grande acirramento de ânimos, a darem as mãos em um pacto por mais tolerância e paz.