Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Exames comprovam que estudante morreu por bactéria de caranguejo

Mossoró Hoje - Os exames realizados no corpo da estudante Ariana da Silva, que morreu no dia 26 de fevereiro, comprovam que ela morreu vítima da bactéria presente em caranguejo. A estudante faleceu cinco dias após consumir o crustáceo em uma barraca em Tibau.
Ariane começou a se sentir mal após consumir caranguejo em uma das barracas da Praia do Ceará. Familiares trouxeram ela para uma avaliação em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) em Mossoró.
Após ser medicada e liberada, a jovem sentiu-se novamente mal e foi levada às pressas para o Hospital Regional Tarcísio Maia (HRTM), onde sofreu uma parada cardiorrespiratória, foi transferida para um dos leitos de UTI regulados no Hospital Almeida Castro, ficando em uma área isolada, falecendo na madrugada do dia 26 de fevereiro.
O médico e professor de infectologia, da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Fabiano Rodrigues, que realizou o atendimento a estudante, confirmou, através dos exames feitos no Hospital da Almeida Castro, que ela foi vítima da bactéria Vibrio Vulnificus, presente em frutos do mar.
“Fui chamado na época em que ela apresentou os sintomas, e a suspeita da bactéria se confirmou hoje. O bioquímico Jeferson do Hospital Almeida Castro conseguiu isolar o espécime vibrio, bactéria presente em crustáceos”, explicou o professor.
Esse tipo de infecção, ressalta Fabiano, se dá pelo mal preparo do alimento, principalmente em caranguejos, ostras e mariscos. Em alguns casos, a bactéria pode levar indivíduos ao óbito em poucos dias.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)