Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Projeto do Executivo que prevê contratação temporária de servidores foi devolvido pela Presidência da Câmara por considerar inconstitucional

Os Amigos da Onça - A Prefeitura de Santo Antônio enviou à Câmara Municipal um projeto de lei que dispõe sobre a contratação temporária de servidores para atender necessidades de urgência e de excepcional interesse público. O Projeto de nº 002/2016, do Poder Executivo, prevê 750 vagas em contratos a serem preenchidas de acordo com a necessidade do Poder Executivo para a prestação de serviços em diversas áreas como saúde, educação, assistência social, entre outras, e de fundamental importância para o funcionamento de programas assistenciais do Governo Federal, como por exemplo, PSF, CRAS, EJA.
Acompanhado do referido projeto, o prefeito municipal Lula Ribeiro encaminhou um ofício para a Chefe do Legislativo convocando os vereadores para uma reunião extraordinária, em caráter de urgência, para deliberar e aprovar a matéria que trata da contratação de funcionários contratados por tempo determinado.
O projeto provocou uma enorme discussão entre a bancada da oposição na Casa Legislativa e o Executivo. Após o executivo ter dado entrada do projeto na Câmara e encaminhá-lo para a comissão permanente, a presidente da Comissão de Constituição e Justiça, vereadora Goreth Orrico (PT), votou pelo indeferimento da proposição. Com base na decisão da comissão da Casa, a presidente da Mesa Diretora, vereadora Priscila Lariss (PRB), devolveu o projeto ao executivo alegando inconstitucionalidade por entender que existe uma recomendação do Ministério Público Estadual proposta pelo procurador Geral de Justiça do Estado do RN,  datada em 28 de setembro de 2015, notificada através de uma  ADIN – Ação Direta de Inconstitucional – de nº 048/2016 ADI/PGJ, exigindo a abertura do concurso público pelo Poder Executivo para preenchimento de vagas.
A sessão para a apreciação e votação da matéria estava prevista para esta quarta-feira (3), no entanto o projeto foi retirado de pauta.

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)