quarta-feira, 24 de fevereiro de 2016

Prazo de cadastramento biométrico é prorrogado em três cidades do RN

G1 RN - Eleitores de Parnamirim, Goianinha e Tibal do Sul ganharam mais tempo. Outros quatro municípios do estado também estão cadastrando eleitores.
O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte prorrogou o prazo para o cadastramento biométrico em Parnamirim, terceiro maior colégio eleitoral do estado, e em outros dois municípios: Goianinha e Tibau do Sul (ambos pertencentes à 9ª Zona Eleitoral).
Em Parnamirimx (48ª e 50ª zonas eleitorais), as atividades de cadastramento, que se encerrariam no próximo dia 27, agora se estendem até o dia 13 de março. Já em Goianinha e Tibau do Sul, o final do prazo foi prorrogado de 26 de fevereiro para 4 de março. São Gonçalo do Amarante, Canguaretama, Baía Formosa e Vila Flor
Os municípios de São Gonçalo do Amarante (51ª Zona Eleitoral), Canguaretama, Baía Formosa e Vila Flor (pertencentes à 11ª ZE) estão passando por atividades da revisão biométrica. As ações são realizadas pelo Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte até o final de março. O procedimento consiste na coleta das impressões digitais, assinatura e foto dos cidadãos, que receberão novos títulos eleitorais.
Em São Gonçalo do Amarante, os atendimentos começaram no dia 18 deste mês e vão até 31 de março. Na cidade de Canguaretama, a biometria começou na terça (23) e também se encerra no final de março. Já em Baía Formosa e Vila Flor, o período de atendimento será entre esta quarta-feira (24) e o dia 19 de março.
O TRE informa que os eleitores deverão comparecer aos locais de atendimento (listados ao lado) portando título eleitoral, original e cópia do documento oficial com foto e do comprovante de residência. Os eleitores do sexo masculino deverão apresentar, ainda, o Certificado Militar.
Após comparecerem ao procedimento, os eleitores desses municípios estarão habilitados para votar em urnas biométricas que fazem o reconhecimento do eleitor por meio de suas impressões digitais. Aqueles que não comparecerem à revisão biométrica terão os seus títulos eleitorais cancelados, exceto aqueles que tenham requerido alistamento, transferência ou revisão eleitoral e nessa oportunidade tenham sido submetidos à coleta de dados biométricos.