Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Homem é preso após desenterrar o cadáver da mãe no interior do RN

G1 RN - Um homem foi preso na noite desta sexta-feira (12) após desenterrar o corpo da mãe do cemitério público da cidade de Ipueira, distante 305 Km de Natal, no Rio Grande do Norte. De acordo com informações da Polícia Civil, o homem afirmou que queria levar o corpo da mãe para ser enterrado em outro túmulo para que ela ficasse 'junto dele quando morresse'.
Segundo o delegado Valério Kurten, da 3ª delegacia Regional de Caicó, o homem foi denunciado por pessoas da própria família e de familiares de outras pessoas enterradas no local. "Ele disse ter alguns desentendimentos com a família e que queria transportar o corpo da mãe para outro terreno, aonde ele também seria enterrado quando morresse", explicou o delegado.
Ainda de acordo com Kurten, o homem chegou a perguntar ao coveiro sobre o procedimento necessário para remover o corpo da mãe do cemitério, no entanto, como era necessário o consentimento dos demais familiares, ele teria decidido entrar no cemitério durante a noite para retirar o corpo.
Após ser preso, o homem foi conduzido até a delegacia, aonde foi autuado por violação de sepultura. Caso seja condenado, o homem pode pegar uma pena de um a três anos de reclusão mais multa. Como o crime praticado é de baixo potencial ofensivo, o delegado arbitrou uma fiança no valor de R$ 300, no entanto, o homem não teve condições de pagar o valor.
Prisão decretada
O Ministério Público Estadual pediu pelo relaxamento da prisão do homem. O MP considerou que não restava nenhuma situação do flagrante ou da fiança arbitrada.No entanto, na tarde deste sábado (13), o juiz Guilherme Melo Cortez negou o pedido de relaxamento e decretou a prisão preventiva.
De acordo com a decisão do magistrado, o homem tem uma extensa lista de antecedentes criminais "demonstrando sua índole voltada a prática delituosa, gerando enorme risco de reiteração", explica na decisão.
"Não se pode olvidar os reflexos que um ato desta natureza causam em uma cidade com população de pouco mais de 2.000 (dois mil) habitantes. Acrescente-se que o autuado possui extensa lista de antecedentes(...)  Deste modo, entendo que a ordem pública deve ser resguardada", justifica o magistrado.
*Com informações de Rafaella Vianna, produtora da TV Globo

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)