sábado, 20 de fevereiro de 2016

“Era uma pessoa ótima”, diz vizinha sobre vigilante morto em Mossoró

Mossoró Hoje - O vigilante Agnelo Ferreira de Lima, de 48 anos, foi perseguido e executado a tiros na manhã deste sábado (20), em Mossoró. O crime foi registrado por volta das 7h30 no loteamento Cidade Oeste, a cerca de seis quilômetros da zona urbana do município.
De acordo com uma vizinha, a vítima era uma pessoa boa e desconhecia qualquer motivo para o assassinato. “Ele era uma pessoa ótima. Eu sempre brincava com ele”, contou.
Abalados, a família não quis conversar com a reportagem. Um dos filhos permaneceu o tempo todo ao lado do corpo do pai.
Agnelo foi morto quando saía do serviço de vigilância noturna. Segundo a polícia, ele teria sido perseguido e assassinado enquanto tentava fugir de moto por uma estrada às margens do loteamento.
Os moradores ouviram cerca de cinco tiros, mas não chegaram a ver quem e quantos eram os criminosos. A PM acredita que o crime tenha sido praticado com revólver, uma vez que nenhuma cápsula de bala foi encontrada.
O corpo do vigilante foi removido para ser necropsiado na sede do Instituto Técnico e Científico de Polícia (ITEP). O crime será investigado pela Delegacia Especializada em Homicídios (DEHOM) de Mossoró.