Pular para o conteúdo principal

Impostômetro do RN

Donos de casas de luxo e até mortos são beneficiados por Bolsa Família

Último Segundo - Proprietários de casas de luxo e até pessoas que já morreram vinham recebendo o benefício do programa federal Bolsa Família, voltado unicamente para aqueles de baixa renda, revelou a prefeitura de Cuiabá.
No total, o governo municipal da capital matogrossense bloqueou o benefício de 4.212 famílias, após a realização de visitas para confirmar dados cadastrados no programa, inicialmente feito pelos interessados no benefício por meio de auto-declaração.
Segundo o secretário municipal de Assistência Social e Desenvolvimento Humano do município, José Rodrigues Rocha Júnior, hoje as inscrições são feitas pelas próprias famílias junto à prefeitura, cabendo ao governo federal, por meio do Ministério do Desenvolvimento e Combate à Fome, conceder o benefício após o cruzamento de dados para confirmar as informações.
"Ainda assim, algumas pessoas se utilizam da fragilidade do sistema para tentar auferir vantagens indevidas. Estamos tomando providências, iniciando pelo bloqueio”, explicou.
"Encontramos várias famílias com renda superior ao que estabelece o programa, temos famílias que mudaram endereço e não atualizaram informações, situações de óbito, em que o responsável familiar faleceu e a família não comunicou [continuando a receber o benefício]"
O número de casos irregulares ainda deve crescer. Isso porque o número de famílias visitadas representa apenas 34% dos beneficiados pelo programa na cidade – um total de 23 mil pessoas em Cuiabá –, cujo valor médio repassado é de R$ 122,67.
Os envolvidos nas irregularidades terão seus nomes encaminhados à Polícia Federal e devem responder criminalmente por fraude. Segundo a prefeitura, 2.545 famílias que aguardavam o benefício foram inclusas no programa após a descoberta das irregularidades

Postagens mais visitadas deste blog

ÁUDIO: Capitão Styverson detona a Polícia Civil diz que agentes e delegados são preguiçosos.

O temido capitão da Lei Seca, Styverson Valetim, que faz um excelente trabalho nas blitzes de trânsito, criticou com veemência os integrantes da Polícia Civil em um áudio que circula pelos grupos de WhatsApp. “Meu trabalho funciona, pois só depende de mim. Não sou vinculado à Polícia Militar”, disse Styverson no áudio, fazendo críticas até a corporação que faz parte. Depois detonou a Polícia Civil: “O Policial Civil ganha muito bem e um delegado ganha R$ 23 mil para não fazer nada”. “Já denunciei as delegacias que não querem trabalhar por preguiça”, diz ainda o Capitão Styverson. (HeitorGregório).

Violência no Rio Grande do Norte - 29.05.2016

Casal aborda e da garupa da motocicleta mulher mata jovem no Igapó 190rn - Um homicídio foi registrado neste sábado no bairro de Igapó, vitimando um jovem identificado como Eduardo, conhecido como “Dudu”, que foi vítima de pelo menos quatro disparos de arma de fogo. Segundo informações de populares, a vítima estava em frente a uma residência quando um casal chegou no local em uma motocicleta e a mulher, que estava na garupa, atirou contra ele.
Após ter sido ferido, ele ainda foi socorrido ao Hospital Santa Catarina, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade hospitalar. Mototaxista é executado dentro de casa em São Paulo do Potengi 190rn - Um homicídio foi registrado na madrugada deste domingo, na cidade de São Paulo do Potengi vitimando um mototaxista identificado como Paulo Sérgio, mais conhecido na cidade como “Rosinha”. A vítima foi alvejada por disparos de arma de fogo, quando estava na sua residência e ainda foi socorrido mais não resistiu aos ferimentos, morrendo antes da c…

Mega Fazenda de Lula na Argentina

Segundo o guia dos pescadores a Mega Fazenda pertence ao ex-presidente da República Luiz Inácio LULA da Silva e seu filho Lulinha. Assistam o vídeo e vejam onde o dinheiro do Brasil, do povo brasileiro está indo parar. (jonasmelloradialista)