sábado, 16 de janeiro de 2016

Não param se surgir denuncias contra perversão sexual aplicada na educação infantil brasileira

Muitos já tem denunciado, outros tem criticado os denunciantes taxando-os de ultrapassados, homofóbicos e por aí vai…no entanto o que não muda é o fato da tentativa a todo custo dos responsáveis pela educação pública no Brasil, de “enfiarem goela baixo” a perversão sexual em crianças brasileiras. Veja o vídeo abaixo com bastante atenção. Não é falácia. A denunciante mostra dados e fatos que, sem dúvida alguma, transtornam qualquer pai “tradicional e ultrapassado”. Detalhe. Seu dinheiro, pai e mãe, é que bancam isso, já que é tudo público. É importante salientar a data do vídeo, (2013), desde aquela época as denuncias surgiam, no entanto, até hoje, novas denuncias continuam ocorrendo, mas a voz dos escandalizados parece não ecoar forte nas portas do poderio político brasileiro, tendo apenas alguns taxados de extremistas, lutando contra estas tais cartilhas, como Bolsonaro e Feliciano. (Revolta Brasil).