sábado, 23 de janeiro de 2016

Milhares de natalenses fazem caminhada contra a violência em protesto por morte de universitária

Tribuna do Norte - Na tarde deste sábado (23), natalenses vestiram-se de preto e foram à avenida Itapetinga, na zona Norte da capital, para participarem de um ato contra a onda de violência que atinge o Rio Grande do Norte.
A principal motivação para o protesto desta tarde foi a morte da universitária Maria Karolyne Álvares, de 19 anos. A jovem foi vítima de um latrocínio na tarde da última quarta-feira (20), enquanto caminhava com a irmã na mesma avenida onde o ato foi realizado. Após ser abordada por dois criminosos que estavam numa motocicleta, a jovem entregou o celular sem reagir. Mesmo assim, levou um tiro no peito esquerdo e faleceu.
Karolyne tinha 19 anos, era estudante do curso de Turismo da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e integrante da Universitur, Empresa Júnior. A jovem foi definida como uma pessoa "dedicada e muito querida por amigas e amigos".Fotos Magnus Nascimento