sábado, 30 de janeiro de 2016

Família de jovem assassinado em Santo Antônio diz que ele não era mais usuário de drogas e nega que crime tenha sido motivado por acerto de contas

Familiares de Rafael Amaro de Lima, de 23 anos, assassinado a tiros na tarde de ontem, na cidade de Santo Antônio, procuraram o Blog Os Amigos da Onça e disseram que o jovem não era mais usuário de drogas e nega que a sua morte tenha sido motivada por acerto de contas. Ainda consternada com a notícia da perda do filho, a família contou que Rafael já tinha deixado o vício faz um algum tempo e descarta qualquer possibilidade de que o mesmo tivesse envolvimento com traficantes de droga.
“É uma tristeza o que fizeram com ele, eu vou querer justiça, pois meu filho não era um cachorro para morrer assim”, disse a mãe de Rafael, ressaltando que iria levá-lo para morar com ela em Macau e vinha dando todo o apoio a ele e era quem o sustentava financeiramente.
A família revelou que suspeita quem tenha matado Rafael, mas preferiu manter o silêncio e vai tomar as providências na justiça.
Rafael tinha 23 anos e foi criado pela sua avó desde recém-nascido. Ele era casado e deixou dois filhos com a esposa.
O corpo de Rafael ainda se encontra no Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP) e deve chegar no início da tarde. O velório ocorrerá no Centro de Velório Jesus de Nazaré, onde também será realizada a missa de corpo presente. Às 16h o corpo será levado para o Cemitério São Francisco de Assis, onde acontece o seu sepultamento.